Manaus FC vence o Coritiba por 1 a 0, na Arena da Amazônia

Gol foi marcado por Rossini, um dos ídolos do clube, ainda no primeiro tempo de partida, na noite desta quarta-feira (12)

Manaus – Diante de um público de 17.123 torcedores esmeraldinos, o Manaus FC ganhou do Coritiba-PR, por 1 a 0, na noite desta quarta-feira (12), na Arena da Amazônia. O gol foi marcado por um dos ídolos do clube, Rossini, ainda no primeiro tempo de partida.

Ao som do apito final, os jogadores do Gavião e do Coxa tiveram um desentendimento, o que gerou uma confusão generalizada na saída de campo, principalmente entre os jogadores da equipe visitante.

O próximo adversário será o Brasil de Pelotas-RS, que empatou na noite de quarta-feira, em 3 a 3 com o Gama-DF, se classificando para a próxima fase. Já pelo Campeonato Amazonense, o duelo contra o Iranduba será já neste sábado (15), às 18h, no Estádio Ismael Benigno, a Colina.

O público que foi até a Arena da Amazônia na noite desta quarta-feira conferiu um jogo bastante disputado (Foto: Yago Frota/GDC)

O jogo

Mesmo com a menor posse de bola, o Manaus FC conseguiu chegar na área do adversário duas vezes nos primeiros minutos de partida, porém não conseguiu concluir um chute a gol, que obrigasse o goleiro Muralha a fazer uma defesa.

Já pelo lado do Coritiba, a equipe paranaense obrigou aos 20 minutos o goleiro esmeraldino amazonense Jonathan a espalmar uma bela cobrança de falta.

A partida ficou disputada no meio campo, com poucas oportunidades reais de ambas as equipes abrirem o marcador. As equipes alviverdes enfrentavam um adversário em comum: a finalização.

Partida reuniu 17.123 torcedores esmeraldinos (Foto: Yago Frota/GDC)

Ainda no primeiro tempo, duas substituições por lesão. Pelo lado do Coxa, Ruy saiu para a entrada de Thiago Lopes. Enquanto o Gavião do Norte, teve que substituir Dolem por Gabriel.

Aos 39 minutos, o esmeraldino amazonense conseguiu ‘sujar a roupa’ do goleiro visitante. Rossini tocou para Gabriel, que passou para Janeudo, que finalizou no canto direito, mas muralha foi buscá-la.

No acréscimo do primeiro tempo, um ataque fulminante do Manaus FC. Gabriel tocou para Já que cruzou do lado direito para a área. Mateus Oliveira fez uma pucheta onde a bola sobrou mais uma vez para Janeudo, que ajeitou de cabeça para Rossini chutar para dentro do gol. A bola ainda bateu no travessão antes de entrar: 1 a 0.

Já na volta do intervalo, o Manaus voltou pressionando, mas cedeu um pênalti para o Coritiba aos sete minutos do segundo tempo. O atacante Sassá bateu no canto direito de Jonathan, que espalmou o que seria o gol de empate do Coxa.

A partida continuou disputada. Após o pênalti perdido e precisando pelo menos empatar a partida para se classificar, o alviverde paranaense passou a pressionar a equipe da casa, que ficou com todos os jogadores atrás da linha da bola.

O segundo tempo ainda separou uma emoção nos acréscimos. Para impedir um contra-ataque perigoso do Coritiba, Panda deu um carrinho por trás no atacante Sassá. O árbitro da partida deu cartão vermelho direto.

Anúncio