ManausFC encara o Imperatriz na Arena da Amazônia neste sábado

Gavião do Norte tem uma vitória na competição, na quarta rodada contra o Paysandu (PA) está na sétima posição com oito pontos

Manaus – O ManausFC volta a campo na tarde deste sábado (3) pelo Campeonato Brasileiro da Série C. O adversário será o Imperatriz (MA), às 16h, hora Manaus, na Arena da Amazônia. O Gavião do Norte tem uma vitória na competição, na quarta rodada contra o Paysandu (PA) está na sétima posição com oito pontos e o Imperatriz é o lanterna do Grupo A. Mesmo com o Jejum de vitórias, a equipe amazonense não perde, jogando em casa, por competições nacionais, há mais de dois anos.

“Nos reunimos, fizemos uma reflexão. Nós precisamos dar um algo a mais, melhorar um pouco nosso resultado e o desempenho também. Quando tem bom desempenho o resultado anda junto. Seguimos trabalhando, firme e forte. O treino de ontem foi muito bom e esperamos que possa chegar concentrado. Não podemos entrar em desespero, temos que ter sabedoria para poder vencer essa partida”, disse o treinador do time, Luizinho Lopes.

(Foto: Divulgação/ManausFC)

O ManausFC não perde em casa em competições nacionais desde o dia 23 de junho de 2018, quando perdeu na Arena da Amazônia para o Rio Branco (AC) pela série D. Mas na série C desse ano não, jogou cinco jogos, empatou quatro e venceu apenas o Paysandu na quarta rodada. O Manaus fez apenas cinco gols em oito jogos. A média é de menos um gol por jogo.

O técnico da equipe local não vai contar o com o lateral-esquerdo Tsunami, machucado e com o meia Rossini, que recentemente assinou a renovação do contrato, mas ainda está na fase de transição de uma contusão para ter condicionamento ideal para poder voltar a campo. O atacante Luizinho está suspenso e também sofreu uma contusão na coxa que pode tira-lo de campo por até um mês.

Provável escalação: Jonathan; Edvan, Luis Fernando, Thiago Spice e Rennan; Derlan, Janeudo, Gabriel Davis (Jandy), Rodrigo Fumaça e Mateuzinho; Paulinho Simionato.
Técnico: Luizinho Lopes

Imperatriz

O cavalo de Aço é o lanterna do grupo com apenas um ponto. Tem o pior ataque da competição com apenas três gols marcados e tem a pior defesa com 15 gols sofridos. O lateral-direito Léo Rodrigues, sentiu um desconforto muscular na quarta-feira (30) e é dúvida. O único lateral-direito do grupo será reavaliado momentos antes da partida para saber se tem condições de ir para o “sacrifício”. O zagueiro Tomais pode jogar improvisado na posição.

O Cavalo de Aço conta com a volta do centroavante Anderson Cavalo, que retorna após cumprir suspensão. Makeka, que vem de uma fase ruim, pode dar lugar a Wesley, que estava encostado no clube e voltou a ser opção, após lesão de Lorran. A novidade fica por conta do atacante camaronês Blaise Loic, que pode estrear. Os desfalques são: lateral-direito Odair Lucas, o atacante Giva Silva, zagueiro Ramon Baiano e o lateral-esquerdo Lorran por lesão e o meia Vinícius Machado com a Covid-19.

Provável escalação: Henal; Léo Rodrigues (Tomais), Douglas Mendes e Xandão, Makeka (Wesley); Nonato, Jocinei e Judson; Cesinha, Guilherme Garré e Anderson Cavalo.
Treinador: Estevam Soares

O trio de arbitragem será goiano. O árbitro será Eduardo Tomaz de Aquino Valadão, com as assistências de Tiago Gomes da Silva e Tiego Henrique dos Santos Braga. O quarto árbitro será o amazonense Antônio Carlos Pequeno Frutuoso. O Jogo começa às 16h na Arena da Amazônia com portões fechadas para o público.

Anúncio