Mexicanos não temem Brasil: ‘medo não faz parte do nosso dicionário’

Zagueiro mexicano Miguel Layún se disse confiante na capacidade da sua equipe de fazer história no Brasil. 

Fortaleza – O zagueiro mexicano Miguel Layún, que enfrentará o Brasil nesta terça-feira (17) em Fortaleza, deixou claro que respeita a seleção anfitriã, mas “não tem medo” dos brasileiros.

“Respeitar e temer é completamente diferente. Respeitamos, sabemos das qualidades do Brasil, mas não temos medo. Neste Mundial, a palavra medo não faz parte do nosso dicionário”, afirmou o jogador de 25 anos em entrevista coletiva realizada nesta segunda-feira (16) no Castelão.

“Sabemos que podemos vencer se formos compactos. A melhor forma de respeitá-los é permanecer focado durante os 90 minutos”, acrescentou.

Layún se disse confiante na capacidade da sua equipe de fazer história no Brasil. “Sabemos da nossa responsabilidade e queremos fazer um grande Mundial, fazer diferente dos outros mundiais. Amanhã, será um grande teste, jogaremos contra o anfitrião. Vamos em busca dos três pontos”, prometeu o mexicano, cuja seleção foi eliminada nas oitavas de final das últimas cinco edições da competição.

Já o técnico Miguel Herrera não poupou elogios aos comandados de Luiz Felipe Scolari.

“Brasil é o grande favorito, a equipe mais importante do futebol mundial. Vai ser muito difícil mas seremos um adversário muito digno”, afirmou.

Será uma partida transcendental. Queremos vencer, tirar pontos do Brasil seria extraordinário”, enfatizou.

Anúncio