Mulher que denunciou Antony retira queixa contra jogador

Rayssa de Freitas, estudante de direito, teria feito a denúncia  no início do ano de 2022

Estados Unidos- Uma das mulheres que  acusaram Antony de agressão retirou as queixas feitas contra o jogador do  Manchester United. A informação foi confirmada pelo jornal inglês The Telegraph. As informações são do site metrópoles.

(Foto: Reprodução Instagram @antony00)

Rayssa de Freitas, estudante de direito, teria feito a denúncia  no início do ano de 2022. Na época a jovem contou que a agressão aconteceu durante um desentendimento entre a moça, Antony e Mallu Ohana, ex-mulher do atacante do Palmeiras, Dudu.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado, a estudante conta que o problema surgiu quando ela desistiu de seguir viagem, dentro do carro do jogador, com Antony e Mallu, com quem havia saído após curtir a noite em uma casa noturna de São Paulo.

O suposto crime se deu ainda no carro de Antony, que teria agredido Rayssa junto de Mallu. Ao parar em um sinal vermelho, a estudante de direito saltou do carro e fugiu da situação.

Depois do caso, Rayssa se dirigiu à delegacia e prestou queixa contra o atacante, onde ficou constatado que a estudante sofreu lesões corporais. Um  motociclista presenciou a situação e serviu como testemunha para o caso.

Além de Rayssa, Antony é acusado de agressão pela ex-namorada, Gabriela Cavallin, e por uma terceira mulher não identificada.

O atleta foi afastado por tempo indeterminado, pelo Manchester United, até que a situação seja resolvida. Além de ter sido desconvocado pela Seleção Brasileira.

O Manchester United afirmou ao The Telegraph que só tomou conhecimento da denúncia de Rayssa após o escândalo com Cavallin ser noticiado pela imprensa brasileira. O clube afirmou que, ao pedir informações sobre a ocorrência, foi informado de que as queixas foram retiradas pela vítima.

Anúncio