Mundial de Surf em El Salvador 2022 coloca país na rota do turismo

O campeonato acontecerá de 27 de maio a 5 de junho no país que tem se tornado destino turístico de amantes do esporte

El Salvador – O Campeonato Mundial de Surf em El Salvador já tem data marcada: de 27 de maio a 5 de junho. O país é uma das regiões em que o esporte tem se consolidado e sendo estabelecido como destino para quem curte tirar “onda”. Além de estar colaborando para o desenvolvimento turístico e sócio-econômico do país, segundo o Governo de El Salvador.

A 18ª edição do evento promete apresentar os melhores talentos emergentes do surf. Essa expectativa ocorre porque dos 40 surfistas que competiram na estreia olímpica do surf em Tóquio, 33 participaram de Campeonatos Mundiais Juniores anteriores do ISA e 16 foram medalhistas do ISA World Junior.

O local escolhido para sediar a competição, El Salvador, também tem se tornado um destino de surf da classe mundial e, através disso, com os planos de desenvolvimento e estratégias de hospedagem da ISA, o local se estabelece como um novo mercado para o esporte.

Vale lembrar que El Salvador sediou com sucesso os Jogos Mundiais de Surf ISA 2021. O evento classificatório final para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, e o país será agora o anfitrião dos Jogos Mundiais de Surf ISA em 2023.

Essa parceria entre a ISA e El Salvador está colhendo, inclusive, outros benefícios, já que a nação agora também garantiu um lugar no World Surf League Championship Tour pela primeira vez em 2022.

Com os Jogos Mundiais de Surf ISA e outros eventos de surf, o presidente de El Salvador, Nayib Bukele, e a ministra do Turismo, Morena Valdez, afirmaram que o esporte já se consolidou como parte integrante de desenvolvimento sócio-econômico nacional e internacional do país e do marketing de destino.

“Estamos entusiasmados em ter nossos jovens surfistas experimentando em primeira mão as incríveis ondas e a calorosa hospitalidade da Cidade do Surf El Salvador. Após nossa grande experiência, lá no ano passado, com os Jogos Mundiais de Surf, nossa parceria com El Salvador é forte e está pagando dividendos. Hospedar os Juniores do ISA World reflete seu compromisso de apoiar o Surfing em todos os níveis. Ao fazer isso, eles estão ajudando a cultivar o cenário competitivo do esporte desde o nível de base até o nível olímpico e profissional”, disse o presidente da ISA, Fernando Aguerre.

“Estamos felizes em continuar a parceria com El Salvador para apoiar o objetivo do Presidente Bukele de construir um novo futuro para o país e mudar a vida das pessoas através do surf”, reforçou a ministra.

“Esta é também nossa visão global. Queremos envolver os jovens de todo o mundo através do surf, ajudando-os a desfrutar do esporte, levar uma vida ativa e saudável e permanecer conectados ao seu ambiente natural. E junto com nossos parceiros, estamos trabalhando por um mundo melhor através do Surfing”, finaliza.

A competição

Esta será a segunda vez em que os campeões mundiais serão conhecidos no evento de um dia único realizado em Lower Trestles, na janela de competições de 8 a 16 de setembro. A decisão, segundo o diretor-executivo da WSL, Erik Logan, foi tomada porque “a edição inaugural do Rip Curl WSL Finals foi um grande sucesso”.

“Ver os cinco melhores do ano se enfrentando em ondas incríveis e os títulos mundiais feminino e masculino sendo decididos no mesmo dia, na água, pela primeira vez, foi muito especial. Esse novo formato cativou nosso público e impulsionou o esporte como nunca visto antes. Foi o dia com a maior audiência digital da história das transmissões ao vivo da WSL. Então, estamos todos empolgados em retornar para Lower Trestles nesta temporada”, declarou o dirigente.

A etapa derradeira, antes do WSL Finals, é em Teahupoo (Taiti), de 11 a 21 de agosto. Além disso, merece destaque o retorno da etapa brasileira, em Saquarema (Rio de Janeiro), entre 23 e 30 de junho.

Anúncio