Muricy despista sobre saída dele e de Rogério Ceni do São Paulo

Depois da repercussão negativa de áudio vazado, coordenador de futebol disse que todos vão trabalhar duro pelo clube

São Paulo – Diante do péssimo resultado do São Paulo no Brasileirão 2021, Rogério Ceni e Muricy Ramalho pensaram em deixar o clube. Em áudio vazado que circula nas redes sociais, Muricy, atual coordenador de futebol do Tricolor, desabafou sobre o atual momento do clube.

Foto: Reprodução / Instagram

“A gente vai ter uma conversa, amanhã ou depois, e como não vai ter mesmo investimento, eu e o Rogério Ceni vamos sair. Pra mim já deu”, afirmou Muricy no áudio vazado.

Minutos depois, diante da repercussão negativa, Muricy esteve em uma live para explicar que “não poderia ficar de conversinha” e tinha que “desabafar mesmo”.

“Queria dizer ao torcedor tricolor que nós estamos trabalhando duro. Vocês podem ter certeza que eu não vou ficar só para participar. Se for para participar, eu não fico. Eu estou aqui para ganhar. O torcedor quer isso. Chega da gente ver todo mundo festejando e a gente só olhando. Não dá para aceitar mais. Por isso que as vezes eu falo alguma coisa um pouco mais pesada, mas sempre para o bem”, disse Muricy, ao canal Arnaldo e Tironi.

No começo da conversa vazada, o coordenador relembrou a fala de Rogério Ceni sobre Corinthians e Atlético-MG, que reduziram gastos na folha salarial e abriram espaço para a chegada de jogadores decisivos.

“São Paulo não pode estar nessa m… que está, e não tem perspectiva. A gente percebe no discurso do presidente: ‘ah não tem dinheiro’. O Corinthians também não tinha dinheiro no começo do ano, contratou quatro caras experientes e está na Libertadores”, disse.

“Vai ter uma negativa de investimento, e eu não vou ficar mais. Porque é muito sofrimento cara, eu tenho uma história lá, o Rogério Ceni também. E a gente ia ficar marcado porque o time ia cair pela primeira vez. É muito risco. E outra, as pessoas não têm ideia do quanto a gente trabalha lá. E não tem dinheiro nenhum, então não dá, né. Continuar sofrendo, vendo meu time na m… “, desabafou Muricy.

O São Paulo terminou o Brasileirão na 13ª posição, com 48 pontos, e lutou até as últimas rodadas contra o que seria o inédito rebaixamento à Série B.

Veja a declaração completa de Muricy Ramalho no áudio vazado:

Sufoco, né. Torcida ajudou para c…. de novo. Só que é o seguinte: o São Paulo não pode estar nessa m… que está, é uma m…. E não vai ter perspectiva, sabe? A gente percebe o discurso do presidente: “ah, não tem dinheiro, não tem nada”. O Corinthians também não tinha dinheiro no começo do ano, contratou quatro jogadores experientes e está na Libertadores.

Eu e o Rogério vamos fazer a mesma pergunta para ele e vai ter uma negativa de investimento e eu não vou ficar mais. Porque é muito sofrimento, cara. Eu tenho uma história lá, você sabe. O Rogério Ceni também tem uma história. A gente ia ficar marcado que o time caiu pela primeira vez, cara. É muito risco, entendeu?

E trabalhamos para c…. As pessoas não têm ideia do que a gente trabalha lá. Não tem dinheiro nenhum, cara. Então não dá, né? Vou continuar sofrendo, continuar vendo meu time nessa merda? A torcida p… e com razão, apesar que torceu pra c….. Não dá. A uniformizada foi cobrar e eu fui um dos caras que colocou a cara lá.

Então, isso eu posso te falar. A gente vai ter uma conversa amanhã ou depois, e como não vai ter o investimento, eu e o Rogério vamos sair. Para mim já deu, entendeu? Imagina a gente cair? Não vai dar nem para andar nos lugares, tenho vergonha. É meu time. Se ele não sinalizar que vai ter algum investimento, não dá. O Rogério também não vai ficar.

A gente vai ficar batendo cabeça, ficar brigando para não cair todo ano. Eu fiquei mal, cara, é o meu time. Não existe. Esquece, os conselheiros não deixam, isso aí não tem dúvida. Investidor também; os conselheiros querem investidor, mas não querem que dê palpite. É difícil, né, cara? Ficar trabalhando igual a um maluco. Os caras não têm ideia do que eu estou fazendo lá, o trabalho que eu tenho para convencer jogador, essas coisas… Então é isso. Graças a Deus a gente saiu desse pesadelo, mas não vou arriscar mais a minha história, não, nem a minha saúde.

Anúncio