Neymar marca três vezes em goleada do PSG sobre Istanbul por 5 x 1

O duelo foi suspenso na terça-feira (08) após protestos de atletas. No início do jogo, o time turco acusou um dos árbitros de ter usado termo racista contra o camaronês Pierre Webo

Paris – Neymar fez três gols em jogo que garantiu ao Paris Saint-Germain (PSG) a liderança do Grupo H da Liga dos Campeões, com uma vitória em casa por 5 x 1 sobre o Istanbul Basaksehir, nesta quarta-feira (09), um dia após a partida ter sido suspensa devido a um alegado incidente racista.blank

Os jogadores do PSG e do Basaksehir, assim como os três árbitros de campo, ajoelharam-se antes do início do jogo. Na terça-feira (08), as duas equipes saíram de campo em protesto depois que o time turco acusou o quarto árbitro de usar uma palavra racista contra seu auxiliar técnico Pierre Webo.

Neymar marcou três vezes e Kylian Mbappé duas – os primeiros gols do francês na competição. O PSG, que já tinha garantido a vaga nas oitavas de final, avançou com 12 pontos no grupo, à frente do RB Leipzig graças ao confronto direto contra o time alemão. O terceiro colocado Manchester United vai jogar a Liga Europa após somar nove pontos.

 

O camaronês Webo, que tinha sido expulso na véspera, teve seu cartão vermelho suspenso enquanto se aguarda uma investigação da Uefa sobre o incidente, e o assistente ficou no banco com o restante da equipe.

Neymar abriu o placar aos 25 minutos com um lindo gol de fora da área. Em contra-ataque puxado por Mbappé, o brasileiro ampliou com um chute cruzado aos 38.

Mbappé, de 21 anos, fez 3 x 0 três minutos antes do intervalo, em cobrança de pênalti sofrido por Neymar, tornando-se o jogador mais jovem a marcar 20 gols na Liga dos Campeões.

Neymar, que fez seis gols em cinco jogos na competição nesta temporada, marcou o quarto do PSG aos 5 minutos do segundo tempo em outro belo chute.

O Basaksehir diminuiu com Mehmet Topal, mas o time francês restaurou a vantagem de quatro gols quando Mbappé, que não havia marcado em suas nove partidas anteriores na Liga dos Campeões, completou passe de Ángel Di María aos 17 minutos.