Penarol, Nacional e Princesa poderão receber R$ 300 mil, cada, em abril

Recurso oriundo de emenda parlamentar de autoria do ex-deputado David Almeida começa a ser liberado no início de abril. Clubes terão que reunir documentos

Manaus – As três emendas parlamentares no valor de R$ 300 mil, cada uma, voltadas aos times amazonenses Penarol, de Itacoatiara; Nacional, de Manaus, e Princesa do Solimões, de Manacapuru, já foram homologadas pelo Estado. De autoria do ex-deputado David Almeida, as emendas, que agora são de fato impositivas, destina o aporte para os clubes investirem nas suas participações no Campeonato Amazonense 2019.

O recurso aos três clubes amazonenses, que totaliza R$ 900 mil, é originário da verba estadual prevista para cada deputado indicar, de forma impositiva investimentos, por meio de emendas, nas mais diversas áreas, como educação, saúde, infraestrutura, esporte, entre outros. Cada deputado indicou no total, investimentos na ordem de R$ 6,5 milhões. A emenda para Penarol, Nacional e Princesa foi aprovada em dezembro de 2018.

De acordo com David Almeida, que na manhã desta quinta-feira (14) reuniu com o presidente do Penarol, Ila Rabelo, agora com homologação, os clubes terão de reunir uma série de documentos e comprovações para receber o recurso. O dinheiro deverá ser liberado pela Secretaria de Estado do Esporte Lazer e Juventude (Sejel), a partir do início de abril deste ano. “É importante começar a reunir agora todos os documentos, para quando chegar abril, os clubes já estarem com tudo em mãos, sem precisa correr da sala para a cozinha”, disse o autor das emendas.

O ex-deputado estadual, David Almeida, esteve reunido, nesta quinta-feira (15), com o presidente do Penarol, Ila Rabelo (Foto: Divulgação)

Segundo David Almeida, pela formalidade, o governo do Estado tem o prazo de 90 dias, a contar do dia 1º de janeiro ao final de março, para adequar o orçamento e executar os pagamentos das emendas. “O futebol amazonense precisa ser mais incentivado pelo Estado, pelas empresas do Distrito Industrial. Ele ainda é um dos caminhos para jovens talentosos que buscam oportunidade no profissional. Como deputado, fiz o que estava ao meu alcance. Espero que os clubes consigam acessar os recursos e investir também nas categorias de base”, disse David, que é autor de outras emendas para diversos setores.

Conforme o texto da emenda, o recurso não poderá ser usado para pagar salários nem contratações de jogadores, mas sim translado, hospedagem, alimentação, medicamentos, exames médicos, material esportivo, entre outros investimentos.