Seleção Brasileira decide jogar Copa América; estreia será no próximo domingo

Em meio à crise nos bastidores da CBF, jogadores optam por disputar a competição. Comunicado com posicionamento deve ser divulgado após jogo nas Eliminatórias

Brasília – Em meio a insatisfações com a condução da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) sobre a realização da Copa América no Brasil, os jogadores da Seleção Brasileira decidiram disputar o torneio. A informação foi divulgada pelo portal Globo Esporte. As informações são do site O Povo.

Conforme a publicação, os atletas devem se manifestar sobre a situação após a partida contra o Paraguai, nesta terça-feira, 8, às 21h30min, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. No comunicado, a expectativa é de que os jogadores expliquem a decisão de disputar a Copa América e façam críticas sobre a forma como o evento foi organizado em meio à pandemia da Covid-19.

O Brasil foi anunciado como sede na última segunda-feira, 31, de forma inesperada (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Inicialmente, a Copa América seria realizada na Colômbia e na Argentina, no ano passado, mas sofreu adiamento para ocorrer entre 11 de junho a 11 de julho deste ano, devido à pandemia do novo coronavírus. Os dois países acabaram desistindo de sediar o evento por instabilidade política e agravamento no quadro da Covid-19.

O Brasil foi anunciado como sede na última segunda-feira, 31, de forma inesperada. A mudança repentina causou insatisfação nos jogadores da Seleção Brasileira pela forma como o assunto foi tratado pelo então presidente da CBF, Rogério Caboclo, afastado por 30 dias do cargo no domingo, 6, após denúncia de assédio sexual e moral. Desde o anúncio do evento no País se iniciou especulação de que os atletas poderiam boicotar o torneio.

Logo após a vitória da Canarinho contra a Bolívia, na última sexta-feira (4), pelas Eliminatórias, Casemiro comentou que os jogadores já tinham uma posição, mas que não revelaria no momento.

“Nosso posicionamento todo mundo sabe, mais claro impossível, Tite deixou claro nosso posicionamento e o que nós pensamos da Copa América. Existe respeito e uma hierarquia que temos que respeitar, e claro que queremos dar nossa posição. Queremos falar. Não queremos desviar o foco, porque isso para nós é a Copa do Mundo. Mas queremos falar, expressar a nossa opinião, se é certo ou não, cada um vai determinar, mas queremos expressar nossa opinião, sim”, afirmou.

A Seleção estreia na Copa América neste domingo, 13, contra a Venezuela, no estádio Mané Garringa, em Brasília.

Anúncio