Seleção defende liderança do Grupo C contra a Austrália

Com os 3 a 0 sobre as jamaicanas, o Brasil chegou à oitava vitória no jogo de estreia em oito edições de Copa do Mundo

Brasília – Depois de derrotar a Jamaica por 3 a 0, no Estádio dos Alpes, em Grenoble, no jogo de estreia da Copa do Mundo, na França, neste domingo (9), a Seleção Brasileira viaja, na tarde desta segunda-feira (10), para a cidade de Montpellier, onde faz a sua segunda partida contra a Austrália, na quinta-feira (13), às 13h.

Com os 3 a 0 sobre as jamaicanas, o Brasil chegou à oitava vitória no jogo de estreia em oito edições de Copa do Mundo, segundo a Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A vitória deu à seleção a liderança do Grupo C pelo saldo de gols. Em segundo lugar está a Itália, que venceu as australianas por 2 a 1.

Para a manhã desta segunda, o treinador Vadão programou um treino, no Estádio Paul Bourgeat, em Grenoble, para as jogadoras que não atuaram no domingo ou entraram no segundo tempo da partida.

De acordo com Vadão, a vitória no primeiro jogo da Copa foi merecida. “Fizemos um bom jogo, vencemos bem, é só o começo, não tem essa empolgação porque não ganhamos nada, mas arrancamos bem. Vai ser um jogo muito difícil agora com a Austrália”.

Com os três gols contra a Jamaica, Cristiane passa a ser a segunda maior goleadora da seleção em mundiais (Foto: Divulgação/CBF)

Participação

O treinador também falou sobre a participação da atacante Cristiane, que marcou três gol na Jamaica, transformando-se na segunda maior goleadora da Seleção Brasileira em mundiais, com dez gols, ficando atrás apenas de Marta, com 15 gols.

“Eu acho que uma atleta como a Cris, depende muito do restante do grupo, porque ela é uma especialista dentro da área, mas para fazer os gols, a bola precisa chegar dentro da área. A bola chegou e ela fez”, disse Vadão.

Ao falar sobre a possibilidade de Marta retornar ao time na partida contra a Austrália, o treinador disse, logo após o jogo contra a Jamaica, que essa é uma questão do departamento médico, que acompanha as condições clínicas da atleta.

A atacante que, nesse domingo, acompanhou a vitória do Brasil do banco de reservas, sofreu uma lesão muscular na coxa esquerda. Ela continua no trabalho fisioterápico, mas já em fase de transição para atividades no campo.