Técnico Petrovic retorna à seleção de basquete com equipe experiente

Entre os auxiliares estão Tiago Spliter (Rockets) e Saviganani (Betis)

Rio de Janeiro – O técnico croata Aleksander Petrovic, de 65 anos, está de volta à seleção brasileira masculina de basquete, após um hiato de dois anos e sete meses. Ele assumirá o comando da equipe, um dia depois da saída de Gustavo Conti. O principal desafio de Petrovic será preparar a seleção para garantir presença nos Jogos de Paris, no último torneio qualificatório classificatório: o Pré-Olímpico em Riga (Letônia), no período de 2 a 7 de julho.

O treinador croata contará com auxiliares técnicos experientes tanto dentro quanto fora de quadra: Tiago Splitter, auxiliar no Houston Rockets, da NBA (Estados Unidos),), Bruno Savignani, do Bétis (Espanha), Helinho Garcia (Sesi-Franca) e Demétrius Ferracciú (Paulistano).

“Estou muito feliz de retornar ao comando da seleção brasileira. Agora é focar no Pré-Olímpico da Letônia em busca da vaga olímpica para Paris”, projetou Petrovic, em declaração à Confederação Brasileira de Basquete (CBB).

No Pré-Olímpico da Letônia, em julho, o Brasil enfrentará Camarões e Montenegro na primeira fase. Em caso de classificação às semifinais, a seleção terá pela frente Letônia, Filipinas ou Geórgia. Apenas o campeão do Pré-Olímpico carimbará a vaga a Paris.

A primeira passagem de Petrovic pela seleção começou em 2017 e foi até setembro de 2021, quando o técnico pediu demissão, quase dois meses após o Brasil dar adeus à vaga nos  Jogos de Tóquio: a seleção foi superada pela Alemanha (75 a 64) na final do Pré-Olímpico de Split (Croácia). Ao longo do período, o treinador lançou na seleção atletas como Yago, Gui Santos e Didi, nomes de destaque no cenário internacional (Euroliga, Eurocup e NBA).

Anúncio