Tite convoca seleção para amistosos com Neymar, Bruno Henrique e Vinícius Júnior

A convocação foi a primeira do time após a conquista do título da Copa América, com o técnico começando a pensar nas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2022

São Paulo – O técnico Tite anunciou, nesta sexta-feira (16), uma lista de convocados com algumas novidades para amistosos diante de Colômbia e Peru, nos dias 6 e 10 de setembro, respectivamente, ambos nos Estados Unidos. O treinador, que chamou Neymar, apostou em caras novas como o zagueiro Samir, o lateral Jorge, os atacantes Bruno Henrique e Vinícius Júnior e o goleiro Ivan.

Além desses cinco jogadores e de Neymar, outras novidades em relação ao time que conquistou o título da Copa América presentes nesta convocação foram o goleiro Weverton e o meio-campista Fabinho.

Neymar, em litígio com o Paris Saint-Germain e sem atuar desde amistoso entre a Seleção Brasileira e a do Catar, em 5 de junho, quando sofreu lesão que impediu a sua participação na Copa América, foi convocado mesmo com o seu futuro incerto. Outro jogador que também pode trocar de clubes nas próximas semanas, mas também está na lista, é Philippe Coutinho, hoje no Barcelona.

O jogador Bruno Henrique foi convocado por Tite (Foto: Reprodução/Gazeta Press)

A convocação foi a primeira da seleção após a conquista do título da Copa América, com Tite começando a pensar nas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2022. Por isso, apresentou como novidades jogadores que até já estavam no seu radar, mas não tinham sido lembrados para o torneio.

Tite também precisou apostar em novidades por causa de desfalques. No gol, o titular Alisson está machucado. No ataque, Gabriel Jesus está suspenso por dois meses. E o treinador também optou por não chamar jogadores dos semifinalistas da Copa do Brasil – o Grêmio de Everton Cebolinha, Athletico-PR, Cruzeiro e Internacional -, pois os duelos de volta estão agendados para 4 de setembro. O primeiro duelo da final será no dia 11.

O treinador ainda indicou com essa convocação uma renovação gradual da seleção, algo que vem tentando fazer desde o fim da Copa do Mundo da Rússia. Assim, jogadores mais rodados e que estiveram na Copa América perderam espaço. O zagueiro Miranda, o volante Fernandinho e o atacante Willian, que só foi chamado para a Copa América após corte de Neymar, ficaram de fora da relação. E isso abriu espaço para nomes como Samir, da Udinese, e Vinicius Junior, do Real Madrid.

Com a ausência de Alisson, Ederson será o goleiro titular da seleção. E os seus suplentes são de clubes do País, ainda mais que Neto, recém-contratado pelo Barcelona, sofreu fratura na mão esquerda e não pôde ser convocado. E agora, então, Tite apostou em Weverton, do Palmeiras, e Ivan, da Ponte Preta.

Outros jogadores que atuam no Brasil também foram chamados, casos do lateral-esquerdo Jorge, do Santos, e do atacante Bruno Henrique, do Flamengo. Antes da convocação, o coordenador de seleções Juninho Paulista anunciou que o ex-jogador César Sampaio será o auxiliar técnico pontual da equipe nesses compromissos nos Estados Unidos.