Tite esboça Seleção com quatro novidades para duelo contra Venezuela

Canarinho pode entrar em campo nesta sexta-feira (13) com Alisson, Allan, Everton Ribeiro e Gabriel Jesus. Gabriel Menino, com Covid-19, está fora dos 2 últimos jogos deste ano

São Paulo – A Seleção brasileira finalizou a preparação para o duelo desta sexta-feira (13) contra a Venezuela, às 21h30 (horário de Brasília), no Morumbi, pelas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo do Catar 2022. A delegação deixa a Granja Comary, em Teresópolis (RJ), nesta quinta-feira (12) à tarde e embarca para São Paulo, onde fica até segunda-feira (16). Da capital paulista, o grupo viaja para Montevidéu, onde enfrentará o Uruguai na terça-feira (17).

Devido aos protocolos sanitários da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), em razão da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a imprensa não pode acompanhar a preparação in loco. Os treinos têm sido exibidos pelo canal da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) no YouTube. Nesta quinta-era (12) pela manhã, Tite liberou a transmissão dos primeiros 38 minutos da atividade – aquecimento e trabalho técnico e tático. O treino de bola parada, iniciado na sequência, não foi mostrado.

 

Ao longo da semana, Tite não fez mistério sobre o time que deverá mandar à campo. Na última quarta-feira (11), ele separou os jogadores em duas equipes. A que treinou sem colete foi a provável formação titular, com Alisson no gol, Danilo e Renan Lodi nas laterais e Marquinhos e Thiago Silva na zaga. No meio-campo, alinharam Allan, Douglas Luiz e Everton Ribeiro. Já à frente, os escolhidos foram Gabriel Jesus, Richarlison e Roberto Firmino.

Em relação à equipe que derrotou o Peru em Lima por 4 a 2 – com transmissão ao vivo da TV Brasil – na rodada anterior das eliminatórias, são quatro novidades. Recuperado de lesão, Alisson (que teve de ser cortado na convocação passada) ocupou o lugar de Weverton. Sem o volante Casemiro (positivo para Covid-19) e o meia Philippe Coutinho (contundido), Tite optou por Allan e Everton Ribeiro para as vagas.

Por fim, no ataque, Gabriel Jesus substituiu Neymar. O jogador do Paris Saint-Germain (França) trata uma lesão na perna esquerda e pode ficar à disposição para o jogo seguinte, contra o Uruguai. O atacante do Manchester City (Inglaterra) treinou atuando pela direita, com Richarlison centralizado e Firmino jogando um pouco mais atrás, com a liberdade que Neymar costuma ter.

Antes de vencer o Peru, o Brasil goleou a Bolívia por 5 a 0 na Neo Química Arena, em São Paulo. Com seis pontos, a seleção lidera as eliminatórias com a mesma pontuação da Argentina, mas ficando à frente pelo saldo de gols (sete a dois). Com três gols, Neymar é o artilheiro da disputa, empatado com os atacantes André Carillo (Peru) e Luís Suarez (Uruguai). Também balançaram as redes pelo time brasileiro: Firmino (dois gols), Richarlison, Coutinho e Marquinhos (um gol cada).

Sexto jogador cortado

O lateral Gabriel Menino é a nova baixa na seleção. O jogador de 20 anos testou positivo para a covid-19 e foi desconvocado nesta quinta-feira (12). Segundo o médico da CBF, Rodrigo Lasmar, os exames dos demais atletas deram negativo. “Já informamos ao departamento médico do Palmeiras. O atleta está assintomático. Iremos realizar uma nova bateria de exames antes do jogo com o Uruguai”, declarou Lasmar.

Anúncio