Vila Olímpica recebe campeonato amazonense de Wrestling neste sábado

Competição servirá de seletiva para campeonatos nacionais e internacionais

Manaus – A Federação Amazonense de Luta Livre Esportiva e Luta Olímpica (Falle), em parceria com a Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), vai realizar neste sábado (29), a partir das 16h30, o Campeonato Amazonense de Wrestling Escolar Infantil, Cadete e Júnior. O evento, que servirá de seletiva para a formação da equipe que irá representar o estado em competições nacionais e internacionais, acontece na Vila Olímpica de Manaus, zona centro-oeste.

O evento acontece na Vila Olímpica de Manaus, zona centro-oeste (Foto: Divulgação)

De acordo com o presidente da Falle, Waldeci Silva, o Amazonense servirá de seletiva para o Campeonato Brasileiro de Wrestling nas categorias Cadete e Júnior, organizados pela Confederação Brasileira de Wrestling (CBW). Da mesma forma, em parceria com a Federação Amazonense de Desporto Escolar (Fade), sairão os representantes amazonenses que vão disputar uma vaga para participar da Gymnasíade, na categoria Escolar, com idades entre 15 e 17 anos.

Aproximadamente 150 atletas são esperados para a competição, que terá início às 16h30, com pesagem das 15h30 às 16h, no local do evento. Waldeci falou da expectativa para a competição. “Mais do que um campeonato, o Amazonense será uma forma de captar talentos e montar uma boa seleção para as várias disputas que teremos ao longo de 2020. As expectativas são as melhores possíveis, e espero que cada vez mais atletas possam se destacar na modalidade”.

Entre os competidores estarão presentes nove atletas que compõem a seleção de Atalaia do Norte, município distante 1.136 quilômetros da capital amazonense. Os lutadores, que já estão em Manaus para disputar o Amazonense, são, em sua maioria, de origem indígena. Vale ressaltar que dois deles, Elias e João Pedro, com 19 e 15 anos, respectivamente, são netos do cacique Comapa, da tribo Marubo.

Seletiva Gymnasíade

Maior competição escolar do mundo, a Gymnasíade está prevista para ocorrer no período de 17 a 24 de outubro, na cidade de Jinjiang, na China. Para compor a delegação do Brasil, os atletas de lutas deverão passar por uma seletiva, que será organizada pela Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE), de 2 a 5 de junho, na cidade de Florianópolis, em Santa Catarina.

Sobre a Gymnasíade, Waldeci considera que há muito trabalho a ser feito pela frente e que a determinação dos atletas será muito importante para que resultados positivos sejam conquistados. “Temos algum tempo até a seletiva da Gymnasíade, e a preparação será fundamental para garantir uma vaga na Seleção que irá representar o Brasil nessa disputa internacional”, destacou.

Anúncio