Zagueiro da seleção da Inglaterra é esquecido em hotel

A ausência de Gary Cahill foi notada assim que o ônibus fez a curva para acessar a orla de São Conrado 

Rio de Janeiro – Uma cena inusitada marcou a saída da seleção inglesa do Hotel Royal Tulip, em São Conrado, Zona Sul do Rio. Por volta das 9h50, o ônibus deixou o estacionamento, mas ao fazer a curva para acessar a orla de São Conrado, ficou atravessado na pista.

Após cinco minutos parado, interrompendo o trânsito, o motivo da parada foi esclarecido: o zagueiro Gary Cahill havia sido deixado para trás. Quando o zagueiro do Chelsea apareceu e entrou no ônibus, o veículo voltou a andar. A Inglaterra treina às 11h, no Centro de Capacitação Física do Exército, na Urca.

Os batedores paralisaram o trânsito por volta das 9h40, dez minutos antes da saída prevista da delegação. Com o atraso de Cahill, a passagem de veículos na orla ficou 15 minutos interrompida, em um horário de grande fluxo.

O engarrafamento provocou a irritação de motoristas, que buzinaram bastante. Neste horário, a Avenida Prefeito Mendes de Morais opera com todas as pistas em direção ao Leblon, na Zona Sul.

Cerca de 30 homens do Exército faziam a segurança da delegação da Inglaterra. Três veículos militares também acompanhavam o trajeto.

Anúncio