Brasileiros que lutavam na Ucrânia morrem após bombardeio russo atingir alojamento

Douglas Búrigo conseguiu sair do local a tempo mas voltou para resgatar a colega Thalita do Valle

São Paulo – Os brasileiros Douglas Búrigo, de 40 anos, e Thalita do Valle, de 39, que lutavam na guerra na Ucrânia como voluntários, morreram no último sábado (2), durante um ataque russo em Kharkiv, no norte do país.

Thalita do Valle e Douglas Búrigo lutavam como voluntários na guerra na Ucrânia. (Foto: arquivo / pessoal)

Douglas morava em São José dos Ausentes, no Rio Grande do Sul, e estava na Ucrânia havia pouco mais de um mês. Thalita era advogada e participou como bombeira voluntária nos desastres de Brumadinho e Petrópolis. Os dois chegaram a servir o Exército brasileiro.

Em meio aos ataques russos no território ucraniano, o alojamento em que estavam foi bombardeado. De acordo com relatos dos companheiros, Douglas conseguiu sair, mas um míssil atingiu o local quando voltou para resgatar a colega.

Em um texto publicado no Facebook, a mãe de Douglas relata a dor dos familiares ao receberem a notícia da morte de seu filho.

Meu filho amado Douglas Búrigo a dor é insuportável, rasga meu peito, sangra meu coração, dilacera minha alma por saber…

Posted by Cleuza Marisah Rodrigues Búrigo on Saturday, July 2, 2022

Douglas e Thalita estavam no mesmo pelotão que André Bahi, o primeiro brasileiro a morrer na guerra na Ucrânia, no início de junho.

blank

Anúncio