Cachorro golden retriever é eleito ‘prefeito’ de cidade; entenda

A tutora se autoproclamou chefe de gabinete e outros de seus cães já ocuparam a cadeira de liderança do município

EUA – Um cachorro da raça golden retriever, chamado Max III, foi eleito “prefeito” na cidade de Idyllwild, na Califórnia, nos Estados Unidos. Sua tutora, Phyllis Mueller, que se autoproclamou chefe de gabinete, já havia ajudado a “eleger” dois de seus irmãos. A cidade está sob a jurisdição do Distrito 4 do condado de Riverside, mas não possui governo formal — exceto alguns animais em cargos públicos. A primeira eleição para a cadeira atraiu 14 cães e dois gatos.

(Foto: Reprodução Facebook – PHYLLIS MUELLER / MAYOR MAX STAFF)

A instituição que organizou a apuração conseguiu cerca de U$ 31 mil (aproximadamente R$ 155.397 na cotação atual) com o evento pensado para os 3 mil residentes da cidade. Para votar, as pessoas deveriam pagar um dólar e poderiam ir quantas vezes quisessem. Os tutores de Max III assinaram um cheque de U$ 20 mil. Mesmo que a ideia da instituição fosse apenas arrecadar fundos, o casal levou a sério a situação.

“Fizemos uma campanha forte. Vencemos aquela eleição com uma vitória esmagadora. Não levei isso como uma piada. Vi isso como uma honra e uma oportunidade de realmente fazer algo grandioso”, disse Phyllis, de 72 anos, ao The Washington Post.

Em anos anteriores, eles já haviam elegido outros dois cães da raça golden retriever: Max I e Max II. “Esta é uma oportunidade para ser o verdadeiro prefeito de Idyllwild e fazer o verdadeiro trabalho, mas sem política. Ele ama a todos incondicionalmente. É apartidário; é apolítico”, contou.

Max I ficou tão famoso que fez diversas aparições em casamentos, escolas, hospitais, festas de aniversário e lares de idosos, além de outras instituições de caridade. Quando ele morreu, aos 11 anos, Max II se tornou, com o apoio dos moradores, o novo prefeito da cidade.

Assim, os residentes estabeleceram que o cargo funcionaria como uma monarquia. Os eleitos permaneceriam na função até morrerem e depois os sucessores seriam familiares.

Max III tem uma equipe pequena de “vice-prefeitos”, outros dois golden retrievers chamados Mitzi e Mikey, os quais atuam como comitiva e equipe de segurança do líder do município. Todos são tutelados por Phyllis e seu marido.

O governo canino dos Max conquistou não só a mídia local, como também a internacional. Todos os anos, a tutora do pet cria um calendário do prefeito e distribui gratuitamente para os moradores da cidade. Porém, no ano passado, ela mandou exemplares para 33 países.

“Fizemos coisas extraordinárias com o gabinete do prefeito. O prefeito Max é nosso presente para a comunidade”, compartilhou.

Anúncio