Caso Madeleine: novas provas surgem, informa investigadores alemães

Madeleine desapareceu na Praia da Luz, em Portugal, quando tinha três anos durante férias com a família

Londres – Desaparecida há 15 anos em Portugal, o caso Madeleine McCann ganha novos capítulos. Investigadores alemães envolvidos no caso encontraram novas provas contra o principal suspeito. A informação foi confirmada pelo procurador do caso, Hans Wolters, em entrevista ao canal portugês CMTV nesta terça-feira (3).

(Foto: Reprodução/Internet)

“A investigação ainda está em andamento e acho que encontramos alguns fatos novos, algumas novas evidências, não dados forenses, mas evidências” disse o promotor.

Em 2007, Madeleine desapareceu na Praia da Luz, em Portugal, quando tinha três anos durante férias com a família. O caso teve repercussão internacional. No mês passada, as autoridades portuguesas corroboraram a linha de investigação dos promotores alemães e também declararam Christian Breckner como o principal suspeito do crime. O corpo da vítima nunca foi encontrado.

Os pais de Madeleine , Kate e Gerry McCann, divulgaram um comunicado cobrando respostas sobre o caso. Junto da mensagem, foi publicada uma famosa citação do livro “Winnie the Pooh”, do autor inglês Alan Alexander Milne: “Mas o mais importante é que, mesmo que estejamos separados, eu sempre estarei com você”.

“Muitas pessoas falam sobre a necessidade de ‘fechamento’. Sempre pareceu um termo estranho. Independentemente do resultado, Madeleine sempre será nossa filha, e um crime realmente horrível foi cometido. Essas coisas vão ficar. É verdade, porém, que a incerteza cria fraqueza; o conhecimento e a certeza dão força, e por isso nossa necessidade de respostas, de verdade, é essencial” , ressaltou o casal. Agradecemos o trabalho contínuo e o empenho das autoridades britânicas, portuguesas e alemãs, pois é este esforço policial combinado que dará resultados e nos trará essas respostas. Como sempre, gostaríamos de agradecer a todos os nossos apoiadores por seus desejos e apoio contínuos. É um enorme conforto saber que, independentemente do tempo que passou, a Madeleine continua no coração e na mente das pessoas”

Anúncio