Cidades são tomadas por aranhas após chuvas recordes e inundações; veja vídeo

Além dos aracnídeos, também há registros de lagartos e outros insetos, que tentam escapar da força das águas

Austrália – Cidades de Nova Gales do Sul e sudeste de Queensland, na Austrália foram infestadas por aranhas após período recorde de chuvas e inundações em série na região. Além dos aracnídeos, também há registros de lagartos e outros insetos, que tentam escapar da força das águas.

Cidades do leste da Austrália foram tomadas por aranhas após chuvas recordes e inundações REPRODUÇÃO/GUARDIAN AUSTRALIA/MATT LOVENFOSSE E REPRODUÇÃO/ABC/MELANIE WILLIAMS

Cidades do leste da Austrália foram tomadas por aranhas após chuvas recordes e inundações (Foto: Reprodução/Guadian Australian)

Em entrevista ao site de notícias Guardian Australia, Matt Lovenfosse, morador do vilarejo de Kinchela Creek, disse ter avistado “milhões de aranhas” ao sair de casa na última segunda-feira (22). “Subiram nas casas, nas cercas e em tudo que encontraram pela frente”, lembra.

O casal Shenae e Steve Varley também testemunhou o fenômeno em Penrith, cidade a oeste de Sidney. No entanto, as aranhas dessa vez estavam acompanhadas: “Havia lagartos, formigas, grilos, basicamente todos os insetos”, relatou Shenae, “tentavam fugir das águas da enchente.”

A moradora acrescentou que, enquanto o marido filmava a situação calamitosa, aranhas subiram pela perna dele e um lagarto chegou a usá-lo “como um poste”, para se livrar da água. “Penrith inunda com bastante regularidade, mas isso não é algo que eu já tenha visto”, contou Shenae.

Enquanto isso, em Macksville, a moradora Melanie Williams, se mostrou apavorada com a infestação, ao flagrar o muro externo da casa onde vive tomado por aracnídeos: “Ocasionalmente vejo aranhas ao redor, mas nunca nada parecido com isso”, disse Melanie, em entrevista ao canal ABC. “É simplesmente uma loucura”, classificou.

Apesar do choque dos moradores, a aracnóloga Lizzy Lowe explicou ao Guardian Australia que o aparecimento de aranhas durante o período de inundações é comum, especialmente “se você tiver enchentes no verão”, ressaltou a especialista. Ela também garante não há mais aranhas do que normalmente haveria: “Você apenas está vendo mais delas”, afirma, “a maioria vivem no solo.”

Lizzy aproveitou para pedir às pessoas não matarem esse animais que, segundo ela, fazem o possível para se dispersar: “São espécies nativas tentando tentando sobreviver. A última coisa que você deve fazer é jogar inseticida”, pontuou.

Anúncio