Cientistas do Canadá estudam eficácia do açaí contra a Covid-19

Para o estudo que deve durar 30 dias, foram recrutados aproximadamente 580 pacientes, no Canadá e no Brasil, que testaram positivo para Covid-19

Canadá – O açaí tem chamado a atenção de pesquisadores canadenses que estudam o fruto para encontrar tratamento para sintomas mais avançados da Covid-19. O estudo foi anunciado por um pesquisador nesta segunda-feira (31) à Agência France Presse. Outras pesquisas realizadas anteriormente já mostraram a eficácia do extrato da fruta do açaí contra inflamações.

Cientistas do Canadá estudam eficácia do açaí contra o novo coronavírus (Foto: Divulgação)

O anúncio foi feito por Michael Farkouh, da Universidade de Toronto que juntamente com sua colega cientista Ana Andreazza, estuda há cinco anos os efeitos do açaí sobre inflamações e agora testa a eficiência do fruto contra o novo coronavírus. Cientistas de todo o mundo observam que o avanço da pandemia causa inflamações graves que podem causar maiores complicações.

Para o estudo que deve durar 30 dias, foram recrutados aproximadamente 580 pacientes, no Canadá e no Brasil, que testaram positivo para Covid-19. Metade dos pacientes recebeu o medicamento experimental e os outros receberam um placebo (que não possui nenhuma propriedade farmacológica). Os cientistas esperam que a administração precoce do medicamento do extrato do açaí possa evitar o avanço de sintomas mais graves associados ao coronavírus.

A palmeira do açaí é originária da América do Sul e América Central. O fruto de cor roxa é muito utilizado para produção de bebidas e alimentos. Além disso, o açaí também tem sido muito utilizado em produtos cosméticos e fitoterápicos.

Anúncio