Cientistas propõem instrumento bizarro para combater obesidade

Aparelho tranca a boca com imã e deixa espaço apenas para respirar, beber água e falar

Nova Zelândia – Cientistas da Universidade de Ontago, na Nova Zelândia, apresentaram uma medida insana para combater a obesidade: um mecanismo que impede alguém de abrir a boca mais de 2 mm.

O DentalSlim Diet Control é preso nos dentes com parafusos feitos sob medida e usa imãs poderosos para impedir que a mandíbula seja aberta. O portador do restritor abre a boca o suficiente apenas para falar, respirar e beber água. Nenhuma comida cabe na abertura.

Boca abre apenas 2 mm com esse dispositivo (Foto: Divulgação / Universidade de Otango)

Segundo os próprios registros dos cientistas, participantes dos testes com o aparelho perderam 6,36 kg em duas semanas.O estudo ressalta ainda que os cobaias da pesquisa “estavam motivados para continuar com sua jornada para perder peso”.

Como era de se esperar, o aparelho foi amplamente criticado em redes sociais, chamado de “bizarro”, “assustador” e “inacreditável”. Além disso, foi comparado com instrumentos de tortura.

Como resposta, o professor Paul Brunton, pró-vice-reitor de Ciências da Saúde da Universidade de Otago, defendeu o instrumento, dizendo que é menos invasivo e com menos consequências que procedimentos cirúrgicos.

“A principal barreira para as pessoas perderem peso com sucesso é a adesão e isso as ajuda a estabelecer novos hábitos, permitindo que sigam uma dieta de baixa caloria por um período de tempo”, disse Brunton, sobre o DentalSlim Diet Control. O pesquisador ainda ressalta que o feedback de colegas de profissão foi positivo.

O jornal The New Zealand Herald lembrou que métodos do tipo, que impedem alguém de abrir a boca, foram aplicados nos anos 80, mas trouxeram riscos bastante sérios.

Em primeiro lugar, a possibilidade de engasgo durante vômitos. Além disso, portadores de aparelhos do tipo desenvolveram problemas gengivais e até distúrbios psiquiátricos agudos.

Anúncio