Concurso nos EUA elege cachorro mais feio do mundo

A ideia do concurso é incentivar a adoção de cachorros de todas as idades e aparências

A ideia do concurso é incentivar a adoção de cachorros de todas as idades e aparências. Janeda Banelly conta que adotou Happy durante a pandemia, após perceber que queria ter um filho ou adotar um cachorro. Ela escolheu a opção mais fácil, e visitou um abrigo em agosto passado.

Mr. Happy tem 17 anos e “merecia ser amado”, segundo Janeda. Além de receber amor, o idoso também se tornou famoso.

O vice do concurso ficou com Wild Thang, que sobreviveu a uma grave infecção de cinomose. Por causa da doença, ele não tem dentes para segurar a língua, que fica para fora o tempo todo.

blank

(Foto: Reprodução/Sonoma-Marin Fair)

blank

(Foto: Reprodução/Sonoma-Marin Fair)

Esta é Morita, que recebeu o “Prêmio Especial”. Resgatado das ruas do México, ele perdeu parte do pelo durante a viagem pros EUA, por “abanar demais o rabo”, segundo a hipótese dos novos donos.

blank

(Foto: Reprodução/Sonoma-Marin Fair)

Anúncio