Dezenas de detentos escapam de prisão no Equador

Autoridades do Equador perceberam fuga no domingo (14)

Equador – Dezenas de detentos escaparam de uma penitenciária no norte do Equador, na fronteira com a Colômbia, no último domingo (14), em meio à onda de violência no País. A notícia foi anunciada pelo serviço penitenciário equatoriano, o SNAI. O episódio aconteceu na província de Esmeraldas.

(Foto: Twitter Polícia do Equador)

O estado de exceção foi uma resposta à fuga de Adolfo Macias, conhecido como ‘Fito’, líder do grupo criminoso conhecido como Los Choneros,

Fito, que cumpria pena de 34 anos por homicídios e roubos, é considerado o principal a ter ameaçado o candidato a presidente Fernando Villavicencio, que acabou morto ainda durante o processo eleitoral.

O líder de gangue mais procurado do Equador desapareceu no domingo (7) e ainda não foi encontrado pelas autoridades.

Agora, após a sua fuga de uma prisão regional em Guayaquil, o presidente Daniel Noboa decretou estado em exceção para tentar frear uma escalada da violência no país, seja da gangue dos Choneros, seja por combates com gangues rivais, como Los Lobos.

Anúncio