Ex-piloto da Fórmula 1 mata esposa e amante após flagrá-las na cama

Após cometer o crime, o homem cometeu suicídio; os três corpos foram encontrados na residência do casal

ex-piloto da Fórmula 1 Franz Dubois assassinou sua esposa e a amante da companheira depois de flagrar as duas na cama no último domingo (15), em Gouvy, na província de Luxemburgo, na Bélgica. Após cometer o crime, ele tirou a própria vida.

Nathalie Maillet, de 51 anos, era diretora da etapa de Spa-Francorchamps, da Fórmula 1. Segundo o site de notícias local L’est Republican, ela estava na cama com Ann Lawrence Durviaux, de 53 anos, quando Dubois chegou na casa em que vivia com a mulher.

Pela cena do crime, a polícia acredita que ele surpreendeu as duas com os disparos de arma de fogo e, na sequência, apontou a arma para si mesmo e cometeu suicídio. Os três corpos foram encontrados no quarto.

“Os corpos sem vida de duas mulheres e um homem foram descobertos pela polícia em uma casa em Gouvy, todos os três com ferimentos a bala. De acordo com as primeiras informações coletadas, o indivíduo de gênero masculino o fez de forma proposital, com uso de sua arma em relação às duas mulheres, entre as quais estava sua esposa, resultando na morte delas, antes do suicídio”, diz a nota emitida pelo Ministério Público local ainda no domingo (15).

O perfil oficial da Fórmula 1 no Twitter lamentou a tragédia. Veja:

 

“Estamos profundamente tristes com a terrível notícia da morte de nossa amiga Nathalie Maillet. Toda a Fórmula 1 envia suas mais profundas condolências à sua família e amigos. A comunidade do automobilismo perdeu uma pessoa incrível e todos vamos sentir muito a falta dela”, diz a nota.

 

*Com informações do R7 e RIc afiliada Record TV

Anúncio