Furacão Idália: mãe e filha se desesperam com queda de árvore; veja

Fenômeno chegou ao estado americano com rajadas de vento a 201 km/h, e assustou moradores da região

Flórida – Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o desespero de uma mulher ao gravar a queda de uma árvore em cima de sua casa, enquanto a filha chora assustada. O incidente aconteceu em Perry, cidade no estado americano da Flórida, atingido fortemente pelo furacão Idália. O fenômeno chegou ao estado na quarta-feira, com rajadas de vento a 201 km/h, e assustou moradores da região.

Mulher gravou a queda de uma árvore em cima de sua casa, em Perry, cidade na Flórida (EUA). (Foto: Reprodução / Redes Sociais)

Nas imagens, é possível ver que a mãe observa a árvore, que se desprendeu do solo, se curvar progressivamente até desabar sobre a casa. Na sequência, é possível ouvir a filha gritando de desespero ao fundo. A mãe tenta acalmá-la, dizendo repetidas vezes que “está tudo bem”.

O fenômeno Idália se formou no último domingo (27), perto do México, em um primeiro momento como uma tempestade tropical, e depois evoluiu para um furacão. Os dois fenômenos são estruturalmente parecidos e diferem na intensidade dos ventos. A tempestade tropical pode ser considerada a condição inicial de um furacão. Nesse estágio, os ventos sustentados variam entre 63 km/h e 118 km/h.

O Centro Nacional de Furacões (HNC, na sigla em inglês) anunciou na manhã desta quarta-feira (30) que o Idália tocou o solo na costa noroeste da Flórida como um furacão de categoria 4. Horas depois, o fenômeno foi sendo reduzido progressivamente, até a categoria 1, mas especialistas acreditam que o pior ainda está por vir. O furacão Ian, que passou pela Flórida em setembro de 2022, considerado o mais violento a atingir o estado desde 1935, foi classificado como um furacão de categoria 5.

Anúncio