Gatos de estimação comem partes de corpo da dona morta

A descoberta foi feita por policiais, que encontraram o corpo cerca de duas semanas após a morte, em casa

“Os gatos foram deixados sozinhos por duas semanas e não havia comida. Então, o que mais comer?”, opinou um especialista encarregado de cuidar dos animais — a maioria deles da raça maine coon, a maior raça de gatos domésticos do mundo.

A maioria dos gatos foi descrita como saudável e alguns deles foram vendidos por cerca de R$ 180 (1.968 rublos), o que mostra que o capitalismo realmente não tem limites. Não foi informado se os compradores sabem do gosto por carne humana que os felinos podem ter adquirido.

Um estudo publicado em 2020 mostrou exatamente isto: em caso de necessidade, o gato comeria o cadáver do próprio dono sem pensar duas vezes.

Não foi divulgado o possível motivo da morte da mulher que virou refeição.

Anúncio