Homem briga com colegas e acaba com tridente de 150 anos atravessado no pescoço

Apesar das imagens assustadoras, o indiano Bhaskar Ram sobreviveu sem sequelas e deve receber alta em breve

Índia – Bhaskar Ram foi para o trabalho em 28 de novembro pensando que seria um dia normal, mas acabou levado às pressas para o hospital com um tridente de 150 anos atravessado no pescoço.

(Foto: Reprodução / YouTube/SWNS)

As imagens assustadoras mostram o item no corpo dele, enquanto Bhaskar parece mais chocado que qualquer outra coisa. Quando questionado sobre a lesão, a vítima deu uma resposta ainda mais intrigante: “Não doeu”.

Bhaskar trabalha em Kalyani, no nordeste da Índia, e brigou com dois colegas de trabalho antes de acabar com o item no pescoço.

Equipes de um hospital especializado precisaram acordar um cirurgião para fazer a operação às pressas, por volta das 3h da manhã.

Para sorte de Bhaskar, a lesão grave não causou nenhum tipo de desconforto. Apenas um pouco de sangue saiu da ferida.

“Nenhuma das estruturas vitais foi ferida, pois a haste milagrosamente não atingiu os órgãos vitais, que incluem a carótida, a veia jugular interna, a traqueia, o esôfago, a laringe, as vértebras e a medula espinhal”, afirmou Dr. Banerjee, professor associado do NRS Medical College, em entrevista à agência SWNS.

Segundo a direção do hospital, o paciente se recupera bem e deve receber alta em breve. Não se sabe o motivo exato da briga que resultou no ferimento assustador.

Anúncio