Illinois confirma caso de transmissão de coronavírus, mas vê risco geral ‘baixo’

Primeiro caso de transmissão em solo norte-americano é de um paciente contraiu a doença após a mulher dele ter viajado a Wuhan, na China, epicentro do surto da doença

São Paulo – Autoridades de saúde do Estado de Illinois, nos Estados Unidos, confirmaram nesta quinta-feira (30), em entrevista coletiva, um caso de transmissão em solo americano, o primeiro do tipo no país. O paciente contraiu a doença após a mulher dele ter viajado a Wuhan, na China, epicentro do surto da doença. As autoridades americanas, porém, ressaltaram que o novo caso não representa uma mudança nas recomendações e que não é necessário tomar outras medidas pelo risco geral ser “baixo”, neste momento.

A cidade Wuhan, na China, é epicentro do surto do novo coronavírus (Foto: Reprodução)

O casal que tem a doença está em isolamento, segundo as autoridades, com condição estável. Comissária do Departamento de Saúde Pública de Chicago, a médica Allison Arwady disse que não é necessário que a população mude comportamentos, no quadro atual. “O paciente foi isolado no dia que desenvolveu sintomas, há dois dias”, informou.

Arwady disse que a mulher que viajou a Wuhan não tinha sintomas, ao chegar aos EUA, mas os desenvolveu dias depois. O homem contraiu a doença por ter tido contato próximo com a mulher no período, explicou a médica.

Segundo ela, o paciente viajou no período basicamente de carro, mas a médica informou que há em andamento um monitoramento sobre pessoas que tiveram contato próximo – “dez minutos ou mais e face a face”, em suas palavras – com os dois pacientes.

Diretora do Departamento de Saúde Pública de Illinois, Ngozi Ezike informou na coletiva que há 21 casos suspeitos sob investigação de coronavírus nesse Estado americano.