Jovem diz que hackeou mais de 25 carros da Tesla remotamente

David Colombo, de 19 anos, afirma ter conseguido desabilitar o modo de segurança, abrir portas e janelas e até ligar os veículos

São Paulo – David Colombo, de 19 anos, é um pesquisador de segurança digital que anunciou, na última terça-feira (11), que conseguiu hackear remotamente mais de 25 carros da Tesla em 13 países devido a uma falha de software.

Jovem de 19 anos conseguiu violar o sistema de segurança de 25 carros da Tesla (Foto: Tesla/Reprodução)

O adolescente contou em uma série de tweets que conseguiu desabilitar o modo de segurança dos carros, abrir portas e janelas e até ligar os veículos sem a chave. Ele também consegui consultar a localização exata dos carros e verificar se um motorista estava próximo.

Entretanto, ele apontou que não conseguiria dirigir o automóvel remotamente, mas seria capaz de colocar uma música no volume máximo ou ligar as luzes.

Segundo o jovem, a falha não é uma vulnerabilidade na infraestrutura da Tesla, mas uma má conduta dos donos dos carros. Ele não explicou em detalhes da vulnerabilidade do software, mas destacou que apenas um número pequenos de proprietários foi afetado.

Na publicação, Colombo disse que a equipe de segurança da Tesla está investigando o caso e irá informá-lo sobre atualizações. De acordo com ele, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos o informou que a vulnerabilidade de segurança que encontrou é valida.

O aplicativo TezLab publicou no Twitter nesta quarta-feira (12) que houve uma expiração simultânea de vários tokens de autenticação da Tesla. A empresa afirmou que isso parece ter ocorrido após acelerar a transição de uma versão específica dos dispositivos.

Anúncio