McDonald’s inicia desmontagem de restaurantes na Rússia

Rede de fast-food fechou operações no país em retaliação à invasão da Ucrânia, iniciada em 24 de fevereiro

Moscou – O McDonald’s iniciou a desmontagem dos restaurantes na Rússia, após a rede de fast-food anunciar o encerramento das operações no país na última semana. Segundo a direção da empresa, o movimento é uma retaliação à invasão russa na Ucrânia.

(Foto: Reprodução/Twitter)

Os famosos arcos dourados foram removidos do telhado da loja, onde antes funcionava um McDonald’s nos arredores de Moscou, capital da Rússia.

A suspensão das atividades já havia sido anunciada pela rede de restaurantes americana em março, junto com outras dezenas de marcas que decidiram deixar o país por causa da guerra.

Presente na Rússia há mais de 30 anos, o McDonald’s tem 850 restaurantes e 62 mil funcionários no país — os quais terão os empregos mantidos com a abertura de uma nova rede alimentícia, segundo executivos da fast-food americana.

A Rússia, onde o McDonald’s administra diretamente mais de 80% de restaurantes que levam seu nome, representa 9% do faturamento total da empresa e 3% de seu lucro operacional.

Anúncio