Mulher acredita estar com obesidade e retira cisto ovariano de 5Kg

Paciente passou dez anos observando os sintomas ocasionados pelo quadro sem saber que se tratava de crescimento anormal

Estados Unidos- Uma mulher italiana de 52 anos chocou os médicos ao retirar um cisto ovariano de 5 kg, que ela acreditava ser questão de obesidade. O caso foi relatado no científico American Journal of Case Reports.

De acordo com a publicação, a paciente, que nunca havia engravidado, passou os últimos dez anos observando o aumento abdominal, junto de alguns sintomas, como refluxo, saciedade rápida, dificuldade de locomoção, sintomas respiratórios e cardíacos, que teriam sido causados pela massa crescente e, até então, desconhecida pela mulher.

Ela não possuía histórico de câncer na família e, diante de seu peso com a condição, foi classificada com obesidade em grau três.

A paciente foi submetida a uma cirurgia para drenagem do cisto, de onde foram retirados cerca de 37 litros de um líquido marrom. Diante da remoção, os médicos constataram que a massa foi originada a partir do ovário direito.

Após essa etapa, a mulher passou ainda pelo procedimento cirúrgico de reconstrução do abdômen por plástica. Os procedimentos duraram cerca de seis horas.

A paciente precisou ainda permanecer 30 dias na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), onde chegou a sofrer uma parada cardiorrespiratória. Ela também precisou de diálise para suprir a insuficiência renal aguda desenvolvida após a retirada do cisto.

Após dois meses em observação, a paciente recebeu alta hospitalar e fez acompanhamento oncológico durante dois anos, de modo a atestar que nenhum câncer teria se desenvolvido de maneira subsequente.

Anúncio