Mulher se finge de morta para não pagar dívida de R$ 1.417

Mulher da Indonésia pediu para que o filho publicasse no Facebook fotos onde ela aparece com algodão no nariz

Indonésia – Uma mulher decidiu que não pagaria uma dívida de cerca de R$ 1.417 (US$ 268), e pediu que o filho dela publicasse no Facebook fotos onde parecia estar morta. A ideia foi da caloteira Liza Dewi Pramita, que mora na Indonésia e não quis pagar o dinheiro que emprestado de uma conhecida.

(Foto: Reprodução / Redes Sociais)

Nas imagens publicadas pelo filho no dia 11, Liza aparece de olhos fechados e com pedaços de algodão no nariz. Em outras imagens, é possível ver uma maca sendo levada por uma equipe de hospital.

Maya Gunawan, que emprestou o dinheiro após conhecê-la em um grupo de troca de mensagens, percebeu o timing das publicações. Uma segunda extensão de prazo de uma dívida de US$ 268, contraída por Liza, estava prestes a vencer quando as imagens foram publicadas na rede social.

Ao pegar o valor emprestado, Liza concordou em fazer o pagamento até 20 de novembro. Mas quando chegou a data, ela disse que não tinha conseguido a grana. Um segundo prazo venceu no dia 6 de dezembro, e Liza também deu uma desculpa qualquer.

No dia 12 venceria o terceiro prazo, mas um dia antes Liza “morreu” — segundo o post do filho, em um trágico acidente de carro. Inicialmente, Maya não desconfiou de nada, até o filho anunciar que o enterro seria em Aceh Tamiang, uma cidade estranhamente longe de onde as duas moram.

Uma busca na internet revelou que a foto no hospital era copiada da internet, o que a fez confrontar o filho que publicou as imagens, que não demorou a admitir que tudo não passava de um esquema da mãe para não pagar a dívida.

Segundo o site malaio Kosmo, apesar do plano ter sido descoberto, Liza ainda não foi localizada e não pagou a dívida.

Anúncio