Padre descobre cálice envenenado durante missa após denunciar máfia

Durante a missa, o religioso percebeu que algo estava errado quando recebeu o cálice ao notar um cheiro forte

Itália – Enquanto celebrava uma missa, um padre católico recebeu um cálice envenenado depois de ter se manifestado contra uma organização mafiosa na cidade onde morava.

(Foto: Reprodução)

O caso aconteceu n último sábado (24), em Cessaniti (Calábria, Itálai). A vítima foi identificada como Felice Palamara e ele denunciou uma poderosa rede criminosa chamada “Ndrangheta”.

Durante a missa, o religioso percebeu que algo estava errado quando recebeu o cálice. Ele notou um cheiro forte de água sanitária e imdeitamente suspendeu a celebração chamando a polícia.

As autoridades determinaram que os recipientes de água e vinha estavam misturados com água sanitária. O padre Felice acredita que tentaram envenená-lo como uma forma de retaliação da máfia.

Um padre católico recebeu um cálice envenenado — e por pouco não bebeu o conteúdo — enquanto celebrava a missa depois de ter se manifestado contra uma organização mafiosa na sua pequena cidade.

“Não permitimos que ninguém faça mal à paróquia. Ninguém pode parar uma cidade que merece redenção e que quer crescer”, acrescentou o religioso.

A ‘Ndrangheta, considerada o grupo de crime organizado mais rico do mundo, ganhou dezenas de milhares de milhões de dólares com o tráfico de cocaína ao longo de várias décadas e recentemente conseguiu expandir o seu alcance por toda a Europa, à medida que a máfia siciliana perdia a sua influência.

Anúncio