Pais são acusados de agredir filhas gêmeas de cinco semanas até à morte

Após a morte das crianças, os pais ainda criaram uma página nas redes sociais para arrecadação de fundos

Texas – Um casal foi acusado de agredir as filhas gêmeas de apenas cinco semanas de idade. Após a morte das crianças, os pais ainda criaram uma página nas redes sociais para arrecadação de fundos e acabou atraindo a solidariedade dos internautas, que decidiram ajudar o casal acreditando que eles não tinham culpa do crime.

(Foto: Reprodução)

O caso aconteceu em 4 de outubro de 2023, em Houston, no Texas. O casal foi identificado como Angelina Belinda Calderon e Fernando Vega, ambos com 21 anos. Na ocasião, as autoridades foram alertadas de um sinal de emerência na casa do casal.

O pai contou que tinha deixado a mulher no trabalho e, ao retornar para a casa, encontrou as filhas incoscientes no berço. Ainda segundo as primeiras investigações, as crianças estavam sob os cuidados da bisavó. Porém, as autoridades descobriram que foram os próprios pais que causaram a morte das crianças;

Uma autópsia realizada nos corpos das bebês revelou múltiplos hematomas e fraturas, levantando suspeitas de que as lesões foram causadas por golpes com um objeto contundente. Em 18 de abril deste ano, o médico legista comunicou à polícia que a causa da morte das gêmeas foi homicídio, ampliando ainda mais o choque e a indignação da comunidade diante dessa trágica situação.

casal Angelina Belinda Calderon e Fernando Vega, ambos com 21 anos, chocou a comunidade de Houston, no Texas, ao ser acusado de agredir fatalmente suas duas filhas gêmeas de apenas cinco semanas de idade. O trágico acontecimento deixou  todos consternados.

Após a morte das crianças, o casal criou uma página de arrecadação de fundos, que atraiu a solidariedade de muitas pessoas sensibilizadas com a situação, dispostas a ajudar o jovem casal.

Os eventos ocorreram em 4 de outubro de 2023, quando as autoridades foram alertadas sobre uma emergência na residência do casal. Vega informou às autoridades que havia deixado a mãe no trabalho e, ao retornar para casa, encontrou as meninas inconscientes no berço, que supostamente estavam sob os cuidados da bisavó.

No entanto, a comunidade ficou atônita ao descobrir que foram os próprios pais que causaram a morte das crianças em um ataque brutal.

Uma autópsia realizada nos corpos das bebês revelou múltiplos hematomas e fraturas, levantando suspeitas de que as lesões foram causadas por golpes com um objeto contundente.

Em 18 de abril, o médico legista comunicou à polícia que a causa da morte das gêmeas foi homicídio, ampliando ainda mais o choque e a indignação da comunidade diante dessa trágica situação.

Também foi descoberto que as gêmeas não haviam recebido exames desde que receberam alta do hospital. A mãe disse então à polícia queas filhas estavam doentes, mas não procuraram atendimento médico.No dia 19 de abril, uma investigação mais aprofundada revelou os pais como suspeitos, ambos presos.

 

Anúncio