Países estão tendo novas ondas de casos da covid-19, diz OMS

A OMS também informou que uma equipe da entidade foi à China, para um estudo multidisciplinar sobre a origem da Covid-19, afim de entender melhor a doença

São Paulo – O diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou nesta quinta-feira (27), que, conforme os países reabrem sua economia, muitos deles notam novas ondas de transmissão da covid-19. Durante entrevista coletiva, ele comentou que isso muitas vezes está relacionado a episódios de grupos de infectados por reuniões de pessoas, por exemplo em estádios, casas noturnas, templos religiosos e multidões.

Diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom,diz que países estão tendo segunda onda da Covid-19 (Foto: Divulgação)

Nesse quadro, Ghebreyesus afirmou que em alguns contextos a suspensão desses eventos pode ser necessária “por um curto período”. Em outros casos, podem haver opções mais criativas, a fim de minimizar o risco.

Também presente na coletiva, a líder da resposta da OMS à pandemia, Maria Van Kerkhove, afirmou que, mesmo com o uso de máscaras, é preciso manter o distanciamento físico entre as pessoas, para evitar a transmissão do vírus.

Ainda segundo ela, diante de focos da doença, é preciso que as autoridades expandam a capacidade de testar os casos suspeitos.

A OMS também informou que uma equipe da entidade foi à China, a fim de estabelecer as bases para um estudo multidisciplinar internacional sobre a origem da covid-19, a fim de entender melhor a doença.

Anúncio