Passageiro agride comissário com soco em voo da American Airlines

A agressão, de forma covarde, ocorreu quando o profissional estava de costas

Los Angeles – Um homem de Orange County está enfrentando uma acusação federal depois que um vídeo o capturou socando um comissário de bordo durante um voo do México para Los Angeles na quarta-feira (21).

(Foto: Montagem D24am / Reprodução)

Alexander Tung Cuu Le, 33, de Westminster, foi acusado de interferência com tripulantes e comissários de bordo, anunciou o Departamento de Justiça nesta quinta-feira (22).

De acordo com uma declaração registrada com a denúncia, em 21 de setembro, Le viajou no voo 377 da American Airlines de San José del Cabo, no México, para o Aeroporto Internacional de Los Angeles. Aproximadamente 20 minutos após a decolagem, Le saiu de seu assento enquanto os comissários de bordo realizavam o serviço de comida e bebida. Ele agarrou o ombro esquerdo de um comissário de bordo por trás e pediu café. Momentos depois, agarrou os ombros de uma comissária de bordo por trás. Depois que a comissária deu um passo para trás e assumiu uma postura defensiva, Le caminhou até a frente do avião.

Le então supostamente vagou perto da cabine de primeira classe e depois se sentou em um corredor desocupado perto da parede que dividia a cabine de primeira classe da cabine principal da aeronave. Um comissário de bordo diferente se aproximou de Le e pediu que ele voltasse ao seu assento. O homem não obedeceu, se levantou e assumiu uma postura de luta em relação ao comissário de bordo, fechando os punhos com ambas as mãos, o que o comissário de bordo interpretou como uma ameaça.

O comissário de bordo decidiu relatar o comportamento de Le ao piloto, se afastou de Le e caminhou em direção à frente do avião. Neste momento, Le correu em direção ao comissário de bordo e deu-lhe um soco na parte de trás da cabeça, que foi testemunhado por vários passageiros, incluindo um que filmou o ataque, segundo o depoimento.

A American Airlines disse em comunicado que atos de violência contra tripulantes não serão tolerados.

“O indivíduo envolvido neste incidente nunca poderá viajar conosco no futuro, e trabalharemos em estreita colaboração com as autoridades em sua investigação”, disse o comunicado.

Assista ao vídeo:

Anúncio