Polícia é chamada para conter mortes em massa, mas era aula de ioga

Millie Laws achou que era uma brincadeira, mas quando viu que a situação era séria, explicou que era uma sessão de relaxamento

Reino Unido – Assassinato em massa ou aula de ioga? Um casal passava em frente a um prédio, acompanhado dos cachorros, quando reparou que, em uma das salas, parecia estar acontecendo uma “cena de assassinato em massa”, com muitas pessoas mortas cobertas com panos.

(Foto: Pexels )

Eles então ligaram assustados para a polícia, que enviou cinco viaturas o mais rápido possível ao local. Quando chegaram lá, encontraram a professora Millie Laws, de 22 anos, em uma sessão de relaxamento com seus alunos, em Chapel St Leonards, no litoral do Reino Unido.

A instrutora acredita que, por causa do espaço escuro, somente com algumas velas e pequenas lamparinas acesas, pessoas deitadas no chão com cobertores e o som do tambor tocado por ela, o casal confundiu a aula com algum tipo de procedimento suspeito.

No começo, Millie achou engraçado e pensou que fosse uma brincadeira quando as autoridades contaram o que lhes havia sido descrito sobre a situação, ocorrida no dia 6.

“Eu não sabia até depois de sairmos que essas pessoas telefonaram dizendo que havia um assassino em massa; eles estavam vestindo um manto e andavam sobre todas as pessoas, e parecia algum tipo de evento assustador, e que as pessoas no chão estavam realmente mortas”, afirmou a professora à BBC News.

Os gerentes do hotel Seascape Cafe procuraram tranquilizar os moradores e agradeceram à polícia pela pronta resposta. Em uma publicação no Facebook, escreveram que não fazem parte de nenhum grupo de assassinos ou algo do tipo.

Anúncio