Príncipe Harry diz que fumou maconha enquanto Meghan e o filho dormiam

O duque de Susexx disse que “enrolou baseados” enquanto estava na casa do ator americano Tyler Perry

Estados Unidos – Segundo revelação de Spare, a autobiografia do príncipe Harry, depois de se mudar para os Estados Unidos com sua família, Harry ainda fazia uso de maconha. Conforme relato, ele fumava o entorpecente enquanto todos dormiam.

(Foto: Reprodução Youtube / The Royal Family Channel)

Na companhia de Meghan Markle e do filho do casal, o duque de Susexx disse que “enrolou baseados” enquanto estava na casa do ator americano Tyler Perry na cidade Los Angeles, em 2020, antes de se estabelecer na vizinha Montecito.

“Tarde da noite, com todos dormindo, eu andava pela casa, verificando as portas e janelas. Então eu sentava na varanda ou na beira do jardim e enrolava um baseado”, diz Harry no livro.

O uso recreativo da maconha foi legalizado na Califórnia em 2016. Mas, conforme especulações, o fato de Harry admitir o uso do entorpecente pode colocar em risco o visto britânico nos Estados Unidos.

No livro, Harry também confessa que aos 17 anos também consumia cocaína e já teve alucinações bizarras.

Ao ser questionado sobre o risco do visto, Harry respondeu: “Todos os pedidos são julgados caso a caso. Registros de vistos são confidenciais sob a lei dos EUA: portanto, não podemos discutir os detalhes de casos individuais”.

Anúncio