Procurador que investigava invasão a televisão no Equador é assassinado

O assassinato de César foi confirmado pela procuradora-geral Diana Salazar num vídeo partilhado na rede social X

Equador – O Ministério Público informou que o procurador César Suárez foi assassinado a tiros nesta quarta-feira (17), na cidade de Guayaquil, considerada uma das mais violentas do Equador. O procurador investigava a invasão aos estúdios do canal TC Televisión, que ocorreu na última terça-feira (9), no país.

(Foto: Frame / Reprodução TC Notícias)

César Suárez foi encarregue pelo Ministério Público de investigar o ataque aos estúdios do canal televisivo, estando ainda dedicado à perseguição do crime organizado na província de Guayas, no Equador. Pouco mais de uma semana após se ter iniciado uma onda de violência associada ao poder do narcotráfico no país, o procurador acabou por ser morto com vários disparos dentro do seu carro, na cidade de Guayaquil. O veículo acabou depois por ser atirado para a berma da estrada.

O assassinato de César foi confirmado pela procuradora-geral Diana Salazar num vídeo partilhado na rede social X.
“Diante do assassinato do nosso colega César Suárez serei enfática: grupos do crime organizado, criminosos e terroristas não irão impedir o nosso compromisso com a sociedade equatoriana”, assegurou a responsável.
Veja a publicação:

Anúncio