Sol vira ‘anel brilhante’ em eclipse solar registrado por satélite da Nasa; veja vídeo

O fenômeno foi visto parcialmente na Ásia, na Europa e na África, e um satélite fez imagens do encontro dos corpos celestes

EUA – A Nasa registrou com o satélite Hinode, no dia 25 de outubro, um eclipse solar. O fenômeno não pôde ser visto do Brasil, tendo sido observado parcialmente desde algumas regiões da Ásia, da Europa e da África.

(Foto: REPRODUÇÃO / NASA / SATÉLITE HINODE)

Do espaço, as três passagens da Lua que eclipsaram o Sol renderam imagens de tirar o fôlego. Em um delas, é possível ver uma formação semelhante a um “anel de fogo” ao redor do satélite natural.

O satélite Hinode é um observatório solar da Nasa e da Jaxa (Agência Japonesa de Exploração Aeroespacial) que orbita o planeta Terra com a missão de explorar os campos magnéticos do Sol, para obter uma melhor compreensão do que alimenta a atmosfera e impulsiona as erupções solares.

O veículo foi capaz de registrar o eclipse solar por meio de seu detector de raios X. O fenômeno visto do espaço chama-se eclipse anular, em que a Lua cobre quase todo o Sol, deixando apenas um anel brilhante em volta do satélite natural da Terra.

Veja vídeo:

Anúncio