Sonda da missão ExoMars detecta novo gás na atmosfera de Marte

Busca por gases tem como objetivo indicar mudanças biológicas e geológicas que ocorreram no planeta vermelho

São Paulo – A sonda da missão ExoMars, feita em parceira pela Agência Espacial Europeia (ESA) e os russos da Roscomos, identificou pela primeira vez cloreto de hidrogênio (HC1) gasoso na atmosfera de Marte, o que indica que há processos químicos ocorrendo.

Sonda identifica gás em Marte que pode indicar processos químicos ocorrendo no planeta (Foto: Pixbay)

Segundo os especialistas, a sonda conseguiu detectar “um gás halogênio na atmosfera, o que representa novos processos químicos a serem compreendidos”.

A busca pelos gases visa entender às mudanças biológicas e geológicas que ocorreram no planeta vermelho. A ideia é que a evaporação dos sais da água possa ser a origem do HC1.

O instrumento Trace Gas Orbiter (TGO) ainda conseguiu verificar a alteração na proporção do deutério para o hidrogênio na altitude e também de acordo com as “estações” de Marte, o que indica uma perda constante de água em processo. “Isso confirma que grandes quantidades de água foram perdidas ao longo do tempo”, pontua o italiano Giuliano Liuzzi.

As duas descobertas foram publicadas na revista “Science Advances”.

Anúncio