Sucuri de 8 metros descoberta na Amazônia pode ser ‘a maior do mundo’

Na Amazônia só existia uma sucuri, a anaconda-verde-do-norte (Eunectes akayima)

Holanda- Cientistas descobriram na Amazônia uma nova espécie de sucuri-verde, com 8 metros de comprimento. Em um artigo publicado na revista científica Diversity, na última sexta-feira (16), pesquisadores apontam que ela também pode ser a maior do mundo. As informações são do site metrópoles.

(Foto: Reprodução/ Instagram)

O cientista e apresentador de TV holandês Freek Vonk entrou no rio e encontrou a cobra, ele, então, nadou ao lado do réptil gigante. Segundo as análises preliminares, o animal tem 8 metros de comprimento e mais de 200 quilos.

Segundo as informações, na Amazônia só existia uma sucuri, a anaconda-verde-do-norte (Eunectes akayima). Freek Vonk comemorou ao ver a descoberta publicada na revista.

Após a descoberta, outros 14 cientistas de nove países confirmaram que de fato a nova espécie de sucuri poder ser a maior do mundo.

“E não é qualquer uma, trata-se de uma serpente gigante! Descobrimos que a maior espécie de cobra do mundo, a anaconda-verde, como todos a conhecemos pelos filmes e por todas as histórias sobre cobras gigantes, é, na verdade, duas espécies diferentes!”, postou o holandês em seu perfil no Instagram.

Ele afirmou que as duas espécies parecem idênticas, mas a diferença genética entre elas é de 5,5%.

“Para colocar isso em perspectiva, humanos e chimpanzés são geneticamente diferentes entre si apenas em cerca de 2%”, enfatizou ele.

Veja:

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Prof. dr. Freek Vonk (@freekvonk)

Anúncio