Amazonino confirma que não será candidato à reeleição

Em convenção do PDT, neste sábado, prefeito de Manaus afirmou ainda que não vai apoiar nenhum candidato majoritário.

Manaus – O prefeito de Manaus, Amazonino Mendes, afirmou, na convenção do Partido Democrático Trabalhista (PDT), na tarde de sábado, 30, que não será candidato a reeleição. Ele disse que tomou esta decisão por estar muito cansado e não irá apoiar nenhum dos candidatos a prefeito na eleição deste ano. O prefeito, no entanto, não descarta ser candidato ao governo em 2014.

Durante o discurso, que durou cerca de meia hora, Amazonino afirmou que, durante sua gestão, não recebeu apoio do Governo do Estado e se sentiu sozinho para resolver os problemas da cidade. Amazonino justificou não apoiar nenhum dos atuais candidatos porque, de acordo com o prefeito, eles representam a política atual, qualificada por ele, como “politicagem”, sem interesse em ajudar. “Eu não ia tirar nenhum nome do bolso para depois esta pessoa decepcionar vocês. Não vou fazer isto. A política não é mais como era antigamente, fica  a tristeza que a politicagem tomou conta de tudo. Hoje tudo é feito nos bastidores”, afirmou o prefeito.

No início do seu discurso, o prefeito afirmou que, em abril do próximo ano, ele “completaria 30 anos de vida pública”. “Eu olho para trás e vejo toda minha caminhada e pergunto se eu fui um cidadão honrado. Se eu me doei como deveria ter me doado”. Após a frase, ele começou a citar obras que ele teria construído como político, falando de escolas, hospitais e demais obras. Ao lembrar do início de sua vida política citou: “Comecei a vida política como prefeito e sempre achei que iria terminar minha vida política como prefeito”, frisou.

Ao relembrar que suas obras receberam críticas e algumas foram barradas pela justiça, como a distribuição de ranchos, ressaltou: “Eu nunca afrouxei. Sempre fui macho!”.

Ao final de seu discurso,  Amazonino citou a história de Spartacus, ao indicar  que pretende retomar a política. “Quando Spartacus morreu na cruz pela mão romanos, durante a rebelião, ele disse: ‘voltarei e serei milhões’”.

A convenção do PDT, marcada para as 8h da manhã do sábado  iniciou às 10h com  discursos de pré-candidatos a vereadores de Manaus.

O prefeito chegou ao Planeta Talismá, na zona norte de Manaus, local da convenção, às 13h15m, quando o local já estava apenas com metade de seu público inicial.