Comoção e indignação marcam velório de líder comunitário assassinado em Manaus

No local, a todo momento chegavam pessoas para prestar as últimas homenagem à vítima. A família pede justiça no caso

Manaus – O velório do líder comunitário André Queiroz de Castro, 36, morto com seis tiros na na madrugada desta domingo (28), durante a comemoração do seu aniversário, foi marcado por comoção e indignação.

“Amor, bondade, lealdade e respeito”, legado do líder comunitário que ficará, afirmou a irmã da vítima, Patrícia Farias. O velório aconteceu no centro comunitário, na Rua Efésios, Comunidade Nossa Senhora de Fátima, bairro Novo Aleixo, zona norte de Manaus.

Várias pessoas estiveram no velório do líder comunitário (Foto: Renê Silva)

No local, a todo momento chegavam pessoas para prestar as últimas homenagem. Patrícia conta que eles moravam na Comunidade Nossa Senhora de Fátima desde a infância. André escolheu ser presidente da comunidade para ajudar a população.

Entenda o caso: Líder comunitário é assassinado durante sua festa de aniversário na zona norte de Manaus

“Tudo que ele fazia era pra ajudar a comunidade, prestou muito serviço pra comunidade, ajudou muita gente. Ele fez tudo com amor”, contou a irmã.

Patrícia relatou ainda que não conseguiu ajudar o irmão, que foi surpreendido durante sua festa de aniversário, por dois homens em uma motocicleta. Ele foi atingido com seis tiros.

“Foi na hora dos fogos, os tiros confundiram. Eu não entendo qual a motivação deste crime. E tudo que eu peço é que seja esclarecido e que tenha justiça pra ele, porque ele não era nenhum bandido”, afirmou a mulher.

O enterro do líder comunitária acontecerá nesta segunda-feira (29). O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Anúncio