Cresce número de mortes na rodovia que liga Manaus a Itacoatiara

O Detran-AM não possui informações quanto ao número de acidentes na rodovia.

Manaus – O número de mortes na Rodovia AM-010, que liga Manaus a Itacoatiara (a 176 quilômetros a leste da capital), subiu de sete para nove no primeiro semestre deste ano, em comparação com o mesmo período em 2011. Ainda predominantes na via, os buracos não são apontados pelo Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) como principal causador dos acidentes fatais.

Segundo a diretora presidente do Detran-AM, Mônica Melo, o órgão não tem como avaliar se os trechos danificados de Manaus-Itacoatiara colaboraram para os dados levantados. “Os acidentes que ocorrem na AM-10 são mais com vitimas. É muito raro ter só danos no automóvel. Isso acontece em razão da alta velocidade na rodovia e as ultrapassagens indevidas”, constatou.

O Detran-AM não possui informações quanto ao número de acidentes na rodovia, mas o Major Auzier Peixoto, da Companhia Interativa de Transito (Ciatran), confirma que até o quilômetro 47 da via, entre Manaus e Rio Preto da Eva, foram registrados apenas seis acidentes este ano. Esse trecho não contém muitos buracos, o que pode justificar o baixo número de registros.

Só no percurso da esburacada na AM-010, as vítimas fatais representam 27% do total de mortes nas rodovias federais do Amazonas no ano passado. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o ano de 2011 teve 238 acidentes nas rodovias federais no Estado, resultando em 33 óbitos e 280 feridos.

Anúncio