Estresse pode provocar Doença da Voz segundo pesquisa

A fonoaudióloga Susana Giannini avaliou 167 professores de ensinos Infantil, Fundamental e Médio com distúrbios de voz na cidade de São Paulo

São Paulo – Cerca de 60% dos professores têm distúrbios na voz — uma prevalência cinco vezes maior que no resto da população. De acordo com uma pesquisa da Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP, o estresse no trabalho está fortemente associado com essas doenças e elas aumentam de 6 a 9,5 vezes as chances de o professor tornar-se incapaz para o trabalho.

A fonoaudióloga Susana Giannini avaliou 167 professores de ensinos Infantil, Fundamental e Médio com distúrbios de voz na cidade de São Paulo.

Ela os comparou com 105 colegas saudáveis, provenientes das mesmas escolas. Depois, Susana analisou os grupos com duas escalas: uma media o nível de estresse no trabalho e outra, a capacidade para o trabalho.

A pesquisadora encontrou uma associação estatística entre ter distúrbios vocais e estresse provocado pela organização do trabalho — indício de que o estresse pode ser uma causa dos distúrbios vocais. Confira as Doenças da Voz:

Anúncio