Menina é encontrada morta após ser violentada

O corpo de Isabelle Cirtina Souza, de 15 anos, estava em estado de decomposição. Ela foi violentada antes de morrer, segundo o IML. Mãe suspeita de um vizinho da família.

Manaus – O corpo de uma adolescente de 15 anos foi encontrado em avançado estado de decomposição e a mãe suspeita que a filha foi violentada e morta por um vizinho. Isabelle Cirtina Souza Pimentel estava desaparecida desde o último dia 28 de fevereiro e foi encontrado em um igarapé raso na Comunidade Nova Galiléia, município de Presidente Figueiredo, (a 117 quilômetros ao norte de Manaus).

Para o Instituto Médico Legal (IML) a causa da morte é ainda é desconhecida. O caso será investigado pelo 33º Distrito Policial da cidade de Presidente Figueiredo.

A mãe de Isabelle, a agricultora Eliana Marta de Souza, 43, disse que a filha foi vista pela última vez na manhã do dia 28 quando ela foi à casa da mãe avisar que viria para Manaus.

“Acredito que ela tenha ido tomar banho no igarapé onde a comunidade quando foi violentada. O vizinho, que já havia tentado estuprar outras três mulheres na comunidade, desapareceu com a mulher no dia 28”, relatou. A mãe preferiu não divulgar o nome do suspeito.

“Pode ser coincidência, mas para a família ele é o principal suspeito. Ele assediava muitas mulheres na comunidade, mesmo não sendo solteiro”, completou.

A mãe não sabia do desaparecimento da filha porque achava que ela tinha conseguido vir para a casa dos parentes que moram em Manaus. “Nem suspeitávamos que ela não estava na capital. Na comunidade, não há telefone celular e não tinha como ligar”, disse. O corpo foi encontrado por um caçador que passou pelo local.