Mulher é encontrada morta ao lado de cano manchado com sangue

De acordo com a polícia, há indícios de ela ter sido violentada sexualmente e em seguida estrangulada.

Manaus – O corpo de uma mulher, identificada pela polícia como a cobradora de ônibus Eliane da Silva Couto, foi encontrado despido na manhã deste domingo, nos fundos de uma casa, na Rua Pau Brasil, no Jorge Teixeira 2, zona leste. De acordo com a polícia, há indícios de ela ter sido violentada sexualmente e em seguida estrangulada.

O rapaz que mora na casa próximo de onde a vítima foi encontrada, Marcos Adriano Barros de Araújo, 20, afirmou que não ouviu barulhos ou gritos durante à noite. No entanto, uma outra moradora, Valquíria de Almeida, 52, informou que ouviu, por volta das 21h30, vários ruídos oriundos do local onde a mulher foi encontrada.

“Parecia barulho de sacos e em seguida parecia que estavam batendo alguma coisa”, comentou Valquíria. Ao lado do corpo, segundo a soldado da Força Tática Leste Diana Gomes, foi encontrado um cano de PVC sujo de sangue nas pontas. A vítima estava vestida apenas com uma blusa rosa e usava um crachá de uma empresa transporte urbano.

O corpo dela foi encontrado por volta das 10h pela mãe de Adriano, quando ela caminhava pelo quintal. “Eu não sei como esse corpo foi parar aí. Só sei que não tenho nada haver com a morte dela”, afirmou Adriano.

A Delegacia de Homicídios e Sequestros  (DEHS) está investigando o caso, mas nenhum suspeito foi preso.

 

 

Anúncio