Neymar diz viver ‘momento mais especial’ no Paris Saint-Germain

Completando três anos de Paris Saint-Germain nesta terça-feira, Neymar fez uma breve avaliação deste período no clube francês.

Completando três anos de Paris Saint-Germain nesta terça-feira, Neymar fez uma breve avaliação deste período no clube francês. E disse viver seu “momento mais especial” no clube, após superar lesões e frustrações na Liga dos Campeões. A competição, por sinal, é o grande objetivo do time e do brasileiro na temporada.

“Esses três anos foram de muito aprendizado. Vivi tempos de alegria e outros complicados, especialmente quando fui impedido de jogar por causa das lesões. Com ajuda dos companheiros consegui superar e focar no que realmente importa para todos, que é o nosso desempenho em campo traduzido em títulos. O torcedor, o clube, os fãs todos podem ver a entrega do nosso time em qualquer jogo”, disse o brasileiro.

A satisfação do atacante se justifica pelos resultados recentes da equipe. Na sexta-feira passada, o PSG faturou o título da Copa da Liga Francesa. Antes, já havia levantado os troféus da Copa da França e do Campeonato Francês, que foi finalizado de forma precoce em razão da pandemia do novo coronavírus.

“Acredito que vivo hoje meu momento mais especial no Paris. Formamos uma família em prol do grande objetivo que temos pela frente. Queremos marcar a temporada com a Champions. Vamos lutar por isso, porque nunca estivemos tão perto”, projetou o brasileiro, que soma nove títulos e 74 gols em 85 jogos pelo PSG

Neymar chegou ao clube de Paris em 2017 com a missão de liderar a equipe em busca do inédito título da Liga dos Campeões. Se sofreu com lesões nas últimas temporadas na reta final da competição, agora ele se encontra em boas condições físicas. A situação do campeonato também favorece o PSG.

No sorteio da chave, o time escapou de rivais mais poderosos, como Barcelona e Real Madrid. Terá pela frente a Atalanta, no dia 12, em Portugal, em jogo único. Se vencer, chegará às semifinais e terá pela frente outro adversário de pouca tradição na Liga dos Campeões: RB Leipzig ou Atlético de Madrid.

Anúncio