Partidos no AM ainda não definiram datas para realização de convenções

Prazo dado pela Justiça Eleitoral para homologar candidaturas inicia amanhã e segue até o dia 30

Manaus – O prazo para a realização de convenções partidárias começa amanhã e vai até o dia 30 de junho, segundo calendário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). No Amazonas, maioria dos partidos ainda não definiu a data das convenções. Muitas siglas no Estado ainda conversam sobre arco de alianças para poder definir datas e formalizar candidaturas.

A convenção é o momento que o partido escolhe os candidatos que disputarão o pleito e delibera sobre eventuais coligações, mas, na disputa local, os nomes que se enfrentarão ns eleições deste ano já são conhecidos, restando apenas a ratificação nas convenções partidárias.

Apenas partidos que seguirão sozinhos na disputa por uma vaga no Congresso Nacional, Assembleia Legislativa do Estado (ALE) e governo do Estado é que já definiram data de convenção. No Amazonas, o único partido que já tem data fechada é o PSB, que tem como pré-candidato ao cargo majoritário o deputado estadual Marcelo Ramos. A data definida pela sigla é dia 20 deste mês.

Segundo o presidente estadual do PSB, vereador Marcelo Serafim, a data marcada inicialmente era no próximo dia 13, mas, por determinação da direção nacional, ficou para o dia 20 de junho. Na ocasião,  a pré-candidatura majoritária e as proporcionais  do partido serão homologadas.

O partido do governador José Melo (PROS), pré-candidato ao governo do Amazonas, realizará convenção a partir do dia 26 deste mês, segundo informou o deputado estadual, Sidney Leite (PROS).

Semana decisiva

Dirigentes do PTN,  PSDC e PHS informaram que a definição de data será  nesta semana. “Faremos uma reunião, nessa terça-feira, para definir. E ainda esta semana publicaremos edital com a data da convenção do PSDC”, informou o presidente estadual do partido, Cícero Lima.

O deputado José Ricardo (PT) disse que, hoje no final da tarde, a executiva estadual se reunirá para discutir a candidatura majoritária,  as proporcionais e a data da convenção.  José Ricardo  informou, ainda, que a data da convenção nacional do PT será dia 21 e que a estadual deverá ser após a nacional.

Indefinição

O PMDB, partido do senador Eduardo Braga, que é pré-candidato ao governo do Estado, mesmo num arco de aliança que já somam 11 partidos, ainda espera definições para anunciar a data da convenção.

De acordo com o deputado, Vicente Lopes (PMDB), a convenção nacional da sigla acontece no próximo dia 21 e, provavelmente, a estadual aconteça no final do prazo. “Ainda estamos conversando. Tem que ser uma data que não seja conflitante com os jogos da Copa. Estamos num momento que não podemos nos precipitar. Ainda é um momento de entendimentos e muita conversa”, disse o parlamentar.

O presidente estadual do PDT, partido do ex-prefeito, Amazonino Mendes, Stones Machado, que no último dia 6, anunciou apoio à pré-candidatura de Braga, também disse que a data da convenção da sigla será na última semana do prazo. “Deixaremos para o finalzinho do prazo, provavelmente dia 30 de junho. Finalizaremos algumas conversas com outros partidos no final dessa semana e, logo após, definiremos a data”, disse.

Ainda não definiram datas, também, os partidos PSD, PTN, PHS, PSDC e PT. O secretário-geral do PSD, Paulo Radin, disse que a convenção do partido, provavelmente, será no último dia do prazo, dia 30.

O PSTU se reuniu, ontem à tarde, para decidir data. A sigla seguirá sozinha na disputa do pleito estadual.

Anúncio